Sexóloga e colunista do Delas, dá dicas para reduzir a ansiedade na hora do sexo e segurar a excitação e fazer a transa durar mais tempo

“Eu e minha namorada somos virgens e estamos pensando em transar. Como posso agir nesse momento para satisfazê-la, sem correr o risco de ejacular rápido?”

A primeira transa é sempre motivo de preocupação para os casais. É uma experiência cercada de fantasias, expectativas, inseguranças, tensão e ansiedade. A intensidade com que se vive cada um desses aspectos, varia de pessoa para pessoa.

As cobranças para um bom desempenho existem dos dois lados, promovendo, muitas vezes, a insegurança e a ansiedade. Em excesso, elas podem ter como consequências a frustração ou dar origem a uma disfunção sexual.

A sexóloga e colunista Fátima Protti tira dúvidas das leitoras
Edu Cesar/Fotoarena
A sexóloga e colunista Fátima Protti tira dúvidas das leitoras

Muitas pessoas esperam da primeira transa um sexo maravilhoso, sem erros, diferentemente do que mostra a realidade – só com a prática nos tornamos bons amantes.

É comum o homem manifestar duas preocupações: o medo de perder a ereção ou ejacular antes do coito. Para o controle ejaculatório, é importante aprender a identificar as sensações corporais que sinalizam estar caminhando para o orgasmo.

A masturbação é uma prática indicada, desde que feita sem pressa para chegar ao orgasmo e ejacular. Conhecer os sinais fisiológicos facilita o emprego de recursos para segurar a ejaculação. Alguns homens, antes do encontro, se masturbam para prolongar o tempo ejaculatório.

Durante a transa, um dos recursos para baixar o nível de excitação, é parar os movimentos do pênis durante o coito, sexo oral ou a masturbação, só retomando quando a vontade de ejacular passar.

Outra técnica eficaz, ao sentir que o orgasmo está próximo, é apertar com cuidado a glande (cabeça) do pênis usando os dedos polegar, indicador e do meio até que a excitação diminua. O preservativo (camisinha), além de necessário é um bom recurso, pois reduz a sensibilidade prolongando o tempo de ejaculação.

Caro leitor, saiba que na primeira transa é comum antecipar a ejaculação e isso não deve ser encarado com constrangimento. Não espere gozar no mesmo momento que ela, essa sincronia acontece com o tempo.

Leia tudo sobre orgasmo

Antes de ir ao encontro respire cinco vezes, profundamente, se estiver ansioso. Tudo é novo, mas se existir muito carinho e paciência de ambos, a primeira transa será legal.

Se curtam, brinquem com seus corpos, explorem ao máximo as sensações, antes de irem para o coito e ter o orgasmo. Lembre-se: sua namorada não espera uma máquina sexual, mas um homem carinhoso e atencioso para que juntos descubram e desfrutem as delícias do primeiro encontro romântico e sexual de suas vidas.

* Fátima Protti é psicóloga, terapeuta sexual e de casal. Pós-graduada pela USP e autora do livro "Vaginismo, quem cala nem sempre consente". Escreva para a colunista: delas_amoresexo@ig.com.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.