iG Delas

Colunistas

enhanced by Google
 

A Magia do Penteado

O expert Paulo Persil dá dicas de penteados e comenta o visual das famosas

Descubra os segredos do cabeleireiro Paulo Persil e aprenda como fazer penteados fáceis e bonitos para festas ou para o dia a dia

Alguns toques sobre queda de cabelos

Paulo Persil diz que a solução para o problema não está em receitinhas caseiras

02/02/2012 08:11

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-
Compartilhar:

Foto: Getty Images Ampliar

Especialistas afirmam que perder até 100 fios de cabelo por dia é normal

Reclamação frequente no salão de beleza, a queda de cabelo é um problema para as mulheres e merece atenção. O tema, motivo de pânico para o público feminino, ocorre em uma sociedade onde a calvície é aceita só nos homens. O tratamento vai dos cuidados básicos aos consultórios dos dermatologistas, mas, acima de tudo, é preciso prevenir.

Geralmente a cliente passa meses comentando sobre a tal queda, fato que eu constato no lavatório e ao penteá-las. Quase sempre o único método adotado pelas mulheres é o básico xampu antiquedas ou no máximo algum “tratamento” caseiro ineficiente e prejudicial.

O problema é que muitas vezes as causas da queda de cabelo são patológicas, hormonais, genéticas ou psicológicas. O avanço da idade também pode refletir nos fios, por conta das mudanças que ocorrem no corpo da mulher, como a produção hormonal.

O que é normal?
Especialistas afirmam que perder até 100 fios de cabelo por dia é normal, renovando assim o ciclo de crescimento. Os cabelos crescem cerca de um centímetro por mês e devem ser esporadicamente cortados, sem necessariamente comprometer o comprimento. Com a idade, e observo isso claramente entre o público que atendo, o crescimento dos cabelos fica mais lento.

O sinal de alerta
Tudo em excesso é prejudicial. A queda anormal é perceptível, frequente, incômoda e tira o volume do cabelo. Esse quadro pode ser notado principalmente durante o banho, especialmente quando “ninhos” de fios saem entre os dedos ou escorrem pelo corpo. É importante também ficar de olho nas madeixas durante o dia, como os fios que ficam soltos na roupa.

O que causa a queda excessiva?
Causas diversas comprometem o couro cabeludo e propiciam a queda excessiva. Tratamentos feitos com dermatologistas, endocrinologistas ou ginecologistas podem eliminar patologias que possivelmente estejam provocando o problema. Alguns remédios também causam a queda, mas uma prescrição casada tende a amenizar esse quadro. Álcool, tabagismo e estresse também são causas possíveis associadas à queda de cabelo.

Além de todos esses fatores, muitos salões de beleza lançam mão inadvertidamente de produtos químicos que podem enfraquecer o cabelo – os alisamentos e as escovas progressivas são os campeões. Descolorantes, tinturas, permanentes e alisamentos devem ser aplicados somente por profissionais confiáveis e capacitados. Ele dirá o tempo necessário para retoque, a forma correta de manter os fios, enfim, todas as precauções e cuidados diários.

Costumes e pequenos vícios também devem ser evitados, como puxar muito o cabelo para amarrar – a tração enfraquece a raiz. Chapéus e bonés usados sem folga, as borrachinhas desencapadas, e abafar o cabelo úmido também são fatores prejudiciais ao couro cabeludo.

E o penteado? Das mais de seis mil noivas que penteei ao longo de minha carreira, muitas tinham distúrbios de queda, com pouco ou pouquíssimo volume. Nesses casos, uma boa solução é a colocação de apliques de cabelo natural; geralmente uso com presilhas. A ideia é aumentar o volume, não o comprimento. Agora, se a calvície é excessiva, somente peruca ou lenços auxiliará no look.
 

VISITE O SITE OFICIAL DE PAULO PERSIL

 

Sobre o articulista

Paulo Persil - persilbeautyexpress@hotmail.com - O expert Paulo Persil dá dicas de penteados e comenta o visual das famosas

» Mais textos deste articulista

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo