Lugar de criança também é na cozinha, mas com cuidado e supervisão cuidadosa dos adultos

Sempre falo com os pais sobre a importância de introduzir os filhos no ambiente da cozinha. Porque criança precisa saber se virar, porque criança aprende muito na cozinha  e porque, junto com os pais, cozinhar pode ser uma grande diversão , um momento de integração fantástico entre pais e filhos .

Se você for usar o fogão e o seu filho pequeno estiver por perto, dê preferência de uso às bocas do fundo do fogão e atente para que os cabos da panela não fiquem ao alcance dos pequenos
Thinkstock/Getty Images
Se você for usar o fogão e o seu filho pequeno estiver por perto, dê preferência de uso às bocas do fundo do fogão e atente para que os cabos da panela não fiquem ao alcance dos pequenos

Mas as crianças na cozinha, em qualquer idade, exigem supervisão cuidadosa, muita paciência e ajuda. Eu não acho que crianças devam ter medo da cozinha - fogo, facas, tesouras, água, panelas, forno -, mas elas precisam saber que tudo isso, além de facilitar a nossa vida, pode nos machucar se não tomarmos cuidado. Elas devem saber usar cada um dos equipamentos, respeitando logicamente a faixa etária de cada um, e devem saber ter cuidado, mas medo, não!

Claro que eu não estou sugerindo que você deixe uma faca afiadíssima na mão do seu filho de três anos. Tenha bom senso, sempre.

E o aprendizado na cozinha começa aí: você, que convive diariamente com seu filho, possivelmente conseguirá identificar quando é a hora de ensinar a ele cada uma das tarefas da cozinha. Uma criança mais concentrada e calma provavelmente estará apta a aprender como manejar uma faca antes daquela superagitada e desconcentrada, mesmo que tenham a mesma idade.

Forno quente

A mais importante regra de segurança numa cozinha onde as crianças têm acesso é que elas saibam claramente onde podem ou não mexer, onde podem ou não encostar, o que podem ou não usar. E aquilo que podem usar, que saibam como usar!

Os meus filhos aprenderam todas as regras desde muito cedo. O mais novo, mais sapeca, quando eu falava em forno quente, ria da minha cara e corria em direção ao fogão. Até o dia em que, sem encostar, eu o deixei chegar as mãos bem perto da porta do forno. Nada que queimasse, logicamente, mas o suficiente para fazê-lo perceber que encostar ali não seria uma experiência muito agradável.

Já com facas, que na minha cozinha ficam guardadas numa placa magnética pregada bem no alto da parede, é mais fácil mostrar: você corta uma fruta com toda a facilidade, e mostra para a criança que, se não tivermos cuidado, essa faca é capaz do cortar o nosso dedo da mesma forma. 

Leia também:
Guia básico de primeiros socorros em crianças
Saiba reconhecer um berço seguro

Pais devem conhecer os filhos para determinar o momento de ensinar tarefas que exigem atenção e cuidado na cozinha
Thinkstock/Getty Images
Pais devem conhecer os filhos para determinar o momento de ensinar tarefas que exigem atenção e cuidado na cozinha

Mas, como ninguém nasce sabendo, e crianças nem sempre são tão obedientes como gostaríamos, existem alguns cuidados que podemos tomar para minimizar as chances de acidentes no dia a dia:

- Instale travas em todas as gavetas e armários. Essa recomendação vale especialmente para crianças muito pequenas, que realmente não são capazes de entender certos perigos
- Não deixe equipamentos que você usa pouco ligados na tomada. E aqueles de uso diário, enrole o fio e o disponha de forma que a criança não tenha acesso
- Se você for usar o fogão e o seu filho pequeno estiver por perto, dê preferência de uso às bocas do fundo do fogão e atente para que os cabos da panela não fiquem ao alcance dos pequenos
- Não deixe banquinhos ou cadeiras por perto, de forma que as crianças consigam acessar o fogão ou armários mais altos
- Mantenha talheres em geral fora do alcance dos pequenos. Mesmo facas de mesa, pouco afiadas, podem causar estragos se mal utilizadas
- Jamais guarde produtos de limpeza na cozinha, principalmente nos armários do chão
- Nunca reaproveite embalagens de alimentos para guardar produtos de limpeza. Você pode saber diferenciar, mas uma criança pequena não saberá, e até mesmo um adulto não informado pode acidentalmente consumir o que não deve
- Se na sua cozinha você usa botijão de gás (o ideal é o gás encanado), certifique-se de que ele fique absolutamente fora do alcance das crianças
- Uma boa higiene também torna a cozinha segura contra germes e bactérias. Mantenha tudo sempre muito limpo e a lixeira fechada
- Não deixe fósforos ou acendedores elétricos ao alcance das crianças
- Mantenha o chão da cozinha sempre bem seco para evitar tombos

As principais recomendações são essas, mas lembre-se: antes de mais nada, ensine e supervisione. Sempre.

A culinarista Pat Feldman tira dúvidas sobre alimentação infantil
Digulgação
A culinarista Pat Feldman tira dúvidas sobre alimentação infantil

E você, tem mais alguma dica para deixar as crianças na cozinha seguras? Coloque sua opinião nos comentários da matéria.

* Pat Feldman é culinarista e criadora do Projeto Crianças na Cozinha , que traz receitas infantis saudáveis, saborosas e livre de industrializados. É também autora do livro de receitas "A Dor de Cabeça Morre Pela Boca", escrito em parceria com seu marido, o médico Alexandre Feldman. Na coluna “Cozinha com Crianças”, ela fala quinzenalmente sobre gastronomia infantil.

Envie dúvidas e sugestões para criancasnacozinha@gmail.com

Veja ainda:
Suco verde também é bebida de criança
Como temperar a comida das crianças

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.