Culinarista alerta para os perigos de substâncias químicas e incentiva versões caseiras de produtos industrializados

Você já parou para pensar o que faz um alimento (ou, nesse caso, produto alimentício ) durar tanto tempo numa prateleira de supermercado sem estragar? Sem esquecer que a maioria dessas prateleiras nem refrigerada é!

Você já experimentou preparar bolachinhas, bolos ou pães em casa pra testar se duram tanto quanto o tal bolo natureza do supermercado? Eu já tentei e garanto que a durabilidade do alimento verdadeiramente caseiro é muitíssimo menor do que a dos produtos alimentícios oferecidos no comércio, mesmo os ditos “naturais”.

Troque salgadinhos e biscoitos industrializados por versões feitas em casa e incentive seus filhos a participarem da preparação destes alimentos
Thinkstock/Getty Images
Troque salgadinhos e biscoitos industrializados por versões feitas em casa e incentive seus filhos a participarem da preparação destes alimentos

E tem mais, você já conseguiu, em casa, as cores dos alimentos industrializados? Difícil, não é? Os produtos alimentícios industrializados, especialmente aqueles dedicados ao público infantil, com carinhas e bichinhos coloridos, precisam de muita química para ganhar os tão atraentes formatos e cores.

Leia ainda:
Alimentação nutritiva nas férias
Comidas saudáveis para festa infantil

E então, qual o milagre? Não tem. O que eles usam é um monte de corantes, flavorizantes, espessantes, aromatizantes e muitos outros produtos, que parecem inocentes, mas não são. Isso pode ser verificado com o impressionante aumento na incidência de alergias, intolerâncias, cânceres, enxaquecas  e quadros de depressão, entre outros males modernos. Pode não parecer, mas tudo isso está intimamente relacionado com o que nós e nossos filhos comemos.

Eu já publiquei anteriormente no site Crianças na Cozinha duas listas enormes falando a respeito de diversos aditivos alimentares. Em uma delas (clique aqui para ler)  eu conto o que são muitos desses aditivos, como agem no alimento e no nosso organismo, e na outra (clique aqui para ler)  mostro a relação entre aditivos e um aspecto importantíssimo da nossa saúde, a fertilidade. Acho que vale muito a pena ler sobre o assunto e refletir muito a respeito do que oferecer aos nossos filhos.

Alguns de vocês podem argumentar que é só de vez em quando, só na hora da festa ou só nas férias ou só no fim de semana. E aí é que mora um perigo maior ainda: associar momentos de relaxamento e prazer com o pior tipo de comida possível!

Leia também: Comida e diversão

Mais curioso ainda é ver como os pais, na maior inocência, confiam cegamente numa marca e não questionam a enorme lista de aditivos químicos contidos nesses industrializados. Eu vejo pais preocupadíssimos com uma pitada de pimenta do reino na comida (e as pimentas são do bem, só pra constar). Tenho certeza de que não o fazem por maldade, é claro, mas por pura falta de conhecimento. Os aditivos químicos comprovadamente têm efeitos ruins na saúde e comportamento das pessoas, especialmente das crianças, enquanto a pimenta e outros deliciosos temperos e corantes naturais só trazem benefícios.

Troque salgadinhos e biscoitos industrializados por versões caseiras. Bolos de pacote por bolos feitos em casa, preparados com ovos caipiras, manteiga de qualidade, ingredientes de verdade e frescos. Isso é comida do bem!

Culinarista Pat Feldman tira dúvidas sobre alimentação infantil
Digulgação
Culinarista Pat Feldman tira dúvidas sobre alimentação infantil

Mais uma vez insisto: convide seus filhos a preparar essas gostosuras com você. A família toda só tem a ganhar com esses momentos na cozinha. 

Veja algumas receitas ótimas para fazer com as crianças:

- Biscoitos de amêndoas
- Bolachinhas de queijo
- Bolo de chocolate sem farinha
- Bolinho de arroz
(Clique aqui para pesquisar outras receitas)

* Pat Feldman é culinarista e criadora do Projeto Crianças na Cozinha, que traz receitas infantis saudáveis, saborosas e livre de industrializados. É também autora do livro de receitas "A Dor de Cabeça Morre Pela Boca", escrito em parceria com seu marido, o médico Alexandre Feldman. Na coluna “Cozinha com Crianças”, ela fala quinzenalmente sobre gastronomia infantil.

Envie dúvidas e sugestões para criancasnacozinha@gmail.com

Continue lendo:
O que oferecer para matar a sede das crianças?
Refeições em família reforçam união entre pais e filhos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.