Culinarista vai direto ao ponto e explica por que só água é a bebida adequada para seus filhos saciarem a sede

Para matar a sede de verdade, água é de longe a melhor escolha
Thinkstock/Getty Images
Para matar a sede de verdade, água é de longe a melhor escolha

Não vou fazer rodeios e declaro de imediato: o que mata a sede de verdade, não faz mal, não engorda e todo mundo gosta é água, pura e simplesmente. A água pode ser gelada, fresquinha ou sem gelo, ao gosto do freguês.

As mães superzelosas, entretanto, adoram oferecer sucos aos seus filhos. As muito cuidadosas farão o suco sempre em casa, espremido na hora e, de preferência, com frutas orgânicas e sem açúcar. As muito cuidadosas, mas mais práticas, oferecerão sucos em caixinhas, e certamente terão o cuidado de escolher opções ditas naturais, sem açúcar e sem conservantes. Sobre as mães que acham que refrigerante mata a sede de alguém, eu prefiro nem comentar, desculpe.

>> Veja, na galeria de fotos abaixo, sugestões para aromatizar a água:

Mas eu queria contar um segredinho para vocês: um copo de suco, ainda que natural e sem adição de açúcar ou qualquer outro tipo de adoçante (natural ou artificial), pode conter tanto açúcar quanto um copo de refrigerante!

Calma. Não estou falando que um copo de suco seja tão danoso à saúde quanto o refrigerante, mas se formos avaliar em termos de açúcar, é a mesma coisa.

>> Entenda o que acontece no organismo quando ingerimos suco de fruta, natural ou não

Os sucos industrializados, em caixinhas, garrafinhas ou pontinhos, têm ainda outro agravante: para que tenham uma validade tão prolongada fora da geladeira, precisam ser pasteurizados, o que destrói a maioria dos nutrientes presentes na fruta fresca. Não tem mágica. Para fazer um suco durar tanto em uma prateleira, alguma coisa “não-natural” tem que acontecer. Experimente espremer um suco em casa, colocar dentro de uma caixa fechada e deixar em uma prateleira em temperatura ambiente. Pode apostar que vai estragar rapidinho.

Veja também:
Saiba mais sobre sucos industrializados
Veja um vídeo muito interessante sobre sucos industrializados

E o mesmo vale para as águas de coco industrializadas, que, em muitos casos, nem água de coco de verdade é. E se for, também é pasteurizada e completamente desnaturada.

Voltando à pergunta inicial: ÁGUA. Para matar a sede de verdade, água é de longe a melhor escolha.

Mas você pode deixar, sim, essa água mais divertida, colorida e com um sabor diferente. As águas aromatizadas - que eu chamo carinhosamente de “águas perfumadas” - podem ser feitas com as mais variadas frutas e ervas frescas.

A combinação vai de acordo com a sua criatividade e com o que tiver de mais fresco no dia. No meu projeto Comida de Verdade na Escola,  a cantina ganhou um filtro de vidro com água perfumada à vontade para os alunos. Cada dia um sabor diferente e, ao contrário das expectativas negativas, a iniciativa foi um sucesso e as crianças não só bebem muito mais água, como não sentem medo de novos sabores, já que ali o tal sabor novo é bem discreto. Refrigerantes não fazem mais parte da cantina e a procura pelos sucos diminuiu.

Leia também:
Refeições em família reforçam união entre pais e filhos
Como montar a lancheira escolar das crianças

Outra opção para colorir e divertir a água é fazer dois ou três sabores de sucos diferentes, à base de frutas e ervas, batidos no liquidificador, sem açúcar, e congelar em forminhas de gelo. Na hora de beber água, acrescente uma ou duas pedrinhas de suco congelado. Pronto, temos o que eu chamo de “suco ao contrário”, que é um pouquinho de suco em um montão de água. Fica colorido, divertido e não tem tanta fruta concentrada de uma vez só.

A culinarista Pat Feldman tira dúvidas sobre alimentação infantil
Digulgação
A culinarista Pat Feldman tira dúvidas sobre alimentação infantil

Outra opção interessante para as crianças consumirem são as bebidas lactofermentadas, que além de muito saborosas, são ricas em probióticos, aquelas bactérias do bem que são ótimas para manter a flora intestinal saudável. Também ajudam na imunidade, entre outros benefícios. Essas bebidas são bem fáceis de preparar, têm prazo de validade longo e aguentam várias horas fora da geladeira. Clique aqui e confira diversas receitas que já publiquei no meu blog Crianças na Cozinha.

* Pat Feldman é culinarista e criadora do Projeto Crianças na Cozinha, que traz receitas infantis saudáveis, saborosas e livre de industrializados. É também autora do livro de receitas "A Dor de Cabeça Morre Pela Boca", escrito em parceria com seu marido, o médico Alexandre Feldman. Na coluna “Cozinha com Crianças”, ela fala quinzenalmente sobre gastronomia infantil.

Envie dúvidas e sugestões para criancasnacozinha@gmail.com

Continue lendo:
O que seu filho está bebendo?
Como fazer seu filho comer verduras e legumes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.