Inspirada em cortesãs, Gislaine de Oliveira cria receitas com personalidade e ousadia


Acordo Ortográfico


Tudo para mim precisa ter um porquê, uma explicação. Por isso resolvi fazer um cardápio inspirado na volta ao mundo. Como seria muito difícil representar o Brasil, tive a idéia de fazer sobremesas com toques de cada região e a receita mineira batizei de Dona Beija. A partir daí, comecei a estudar e criar receitas sobre diversas cortesãs.

Com a breve explicação de Gislaine de Oliveira, a nutricionista que atua na área de gastronomia, é possível entender um pouco do diferencial de cada uma das sobremesas elaboradas por ela.

Em sua aula no Casa Boa Mesa, Gislaine apresentou a Teodora, iguaria criada por ela que leva o nome de uma prostituta que viveu aproximadamente no ano de 1.100, no Império Bizantino.

Como todas as personalidades homenageadas pela nutricionista, Teodora era uma mulher forte, que conquistou um imperador e passou até a exercer influência em seu governo, tornando-se com a morte dele imperatriz. Com o poder nas mãos, Teodora decidiu acabar com a prostituição no império e enclausurou as mulheres em conventos e calabouços.

Baseada nessa passagem da história, Gislaine elaborou uma sobremesa com sabor marcante das especiarias. Ela ensinou a preparar uma compota de figo turco, com erva doce, cravo da Índia, canela, mel, vinho tinto seco, suco de laranja e suco de limão. Depois de curtida na fervura, a mistura vira uma compota que é servida sobre um creme de gengibre, com açúcar queimado e leite.

Essa é uma das cortesãs. Faço um cardápio com sete delas que são servidas como degustação. O mais legal é que cada mulher se identifica mais com uma das iguarias, que leva características próprias da personalidade, explicou Gislaine.

Veja no vídeo abaixo uma receita de sobremesa feita pela nutricionista Gislaine de Oliveira:




Leia mais sobre: Casa Boa Mesa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.