Veja as dicas para montar um espaço prático, organizado e ergonômico para as crianças fazerem as tarefas escolares em casa

Com o início das aulas é hora de pensar em um lugar adequado para seu filho estudar dentro de casa. Montar um espaço com escrivaninha ou mesmo adaptar uma mesa bem iluminada para as crianças utilizarem o computador ou fazerem a lição é uma preocupação que pode contribuir, e muito, para um bom rendimento escolar.

Para ajudar na tarefa de preparar o cantinho de estudos dos filhos, especialistas afirmam que a primeira coisa a observar é a idade da criança . Com menos de sete anos, o mais adequado é providenciar uma mesa menor, para que os pés não fiquem balançando. Nesta fase, quando a criança ainda está no início da alfabetização, também é importante dispor de um canto sem brinquedos, para não distraí-la durante as tarefas da escola. “O mais indicado é criar um espaço dentro do próprio quarto da criança ou em um lugar em que as pessoas não fiquem transitando, para não distrair os pequenos”, ressalta a arquiteta Leila Bittencourt, da Oba Arquitetura, especialista em projetos infantis.

Tamanho da mesa de estudos deve levar em conta a idade da criança (projeto Oba Arquitetura)
Divulgação
Tamanho da mesa de estudos deve levar em conta a idade da criança (projeto Oba Arquitetura)

A iluminação é outro ponto importantíssimo. Procure montar a mesa em local com boa entrada de luz natural. Se preciso, reforce a claridade com uma luminária sobre a escrivaninha. “Uma alternativa é colocar arandelas na parede. Aí, você libera mais espaço na mesa para estudo”, indica Leila.

Se o ambiente for pequeno , a arquiteta indica móveis sob medida , para aproveitar melhor o espaço disponível. Entre as alternativas, dá para usar, por exemplo, um móvel com a cama suspensa, como se fosse um beliche, com a bancada de estudos embaixo. Também existem opções de mesas desmontáveis ou com rodinhas, que podem servir para múltiplos usos.

Tudo no lugar

Mas antes de escolher o móvel ideal para o canto de estudos é preciso definir um espaço na casa para a tarefa escolar das crianças, para que elas não acabem com os cadernos em cima do sofá ou da cama. Pode ser tanto um lugar fixo, como uma escrivainha no quarto ou ainda uma bancada no home office , ou um espaço “móvel”.

Ingrid Lisboa, especialista em organização, explica que até mesmo a sala de jantar ou uma mesinha de armar pode fazer as vezes de canto de estudos. Neste caso, é preciso apenas “ambientar” o local para mostrar à criança que, naquele momento, é hora de estudar. Ela aconselha montar uma caixa plástica com os itens de lição de casa (lápis de cor, canetas, cadernos etc) e levar este material para o local definido para as tarefas.

Se tiver um canto fixo, é essencial mantê-lo sempre limpo e organizado . A dica é deixar os materiais sempre à mão, mas somente colocar em cima da mesa aquilo que for ser usado naquele dia. Os demais itens podem ser acomodados em gavetas e prateleiras.

Cuidado com a postura

Já o fisioterapeuta Daniel Mansur, especialista em ergonomia do Hospital Badim (RJ), alerta que os pais devem priorizar a postura correta das crianças na hora de preparar o canto de estudos. Ele diz que a cadeira ajustável é a mais recomendada, para garantir que, em qualquer idade e estatura, as costas fiquem eretas e os pés totalmente apoiados no chão.

Mas se a criança fizer a lição, por exemplo, na cadeira da cozinha, é importante dar atenção ainda maior para a postura adotada. “Se for uma cadeira normal, de adulto, pode-se adaptar um caixote ou qualquer outra coisa para que os pés não fiquem soltos. O quadril precisa ficar a 90 graus de flexão com o joelho”, indica Mansur.

O uso do computador é outro ponto a ser observado. O equipamento deve ficar sempre à frente (nunca de lado), com a tela na altura dos olhos e a uma distância de 60 centímetros dos olhos. O profissional afirma, ainda, que laptop não é o mais indicado para crianças, por não ter a possibilidade de fazer as adequações necessárias para garantir a boa postura, mesmo com a compra de alguns adaptadores vendidos no mercado.

Mansur lembra também que a falta de cuidados com a ergonomia pode acarretar inflamações de tendões e punho, bursites, dores na coluna cervical e lombar, entre outras doenças. “A consequência é gradativa. O corpo vai acumulando posturas inadequadas e pode trazer problemas mais graves no futuro”, afirma o fisioterapeuta.


Serviço:
Ingrid Lisboa


Meu Móvel de Madeira
SAC: 0800-645-9009

Mobili Intelligenti
Alameda Araguaia, 122 – G7, Alphaville
Tel.: 11 4195-6903

Oba Arquitetura (RJ)
Tel.: 21 2529-8194

Acompanhe as novidades do iG Casa também pelo Twitter do Delas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.