Não há regras, mas algumas dicas podem ajudar na hora de escolher a melhor composição para pendurar quadros

Quadros são um dos itens mais comuns na decoração de uma casa, mas sua colocação precisa ser bem pensada para valorizar ao máximo a obra de arte e o ambiente. Segundo a arquiteta Letícia Ruivo, nessas horas não há regras rígidas e o bom senso deve prevalecer, mas algumas dicas que podem ajudar.

Antes de mais nada é preciso avaliar o tamanho e os temas das obras para saber onde posicioná-las. “Se for um quadro de alimento, por exemplo, coloque-o na cozinha”, indica a decoradora Bia Pupo. Imagens pequenas, que contam uma história, podem ficar bem em lavabos. Coleções com molduras de diferentes tamanhos podem preencher paredes inteiras da sala ou encaminhar as visitas pelo corredor.

“Todo cômodo da casa pode ter quadro”, afirma Bia. A arquiteta Letícia Ruivo, porém, não recomenda a instalação de quadros no banheiro. O vapor do chuveiro pode danificar a obra.

Também é preciso balancear as cores do quadro com as do espaço. “Quadros mais coloridos pedem uma decoração mais discreta e paredes em cores mais sérias”, indica a arquiteta Pammela Menezes.

Alinhamentos e alturas

Combinar ou não o quadro com o móvel é outro ponto a ser pensado. “Quando você coloca um quadro perto de uma mesa de canto, por exemplo, cria um pequeno ambiente”, diz Bia Pupo. Nesses casos, uma dica bastante prática para não errar é pendurar o quadro a 1,40 m do chão para evitar batidas, mantendo o alinhamento com o móvel, de forma centralizada.

Antes de pegar furadeira, pregos ou fitas adesivas dupla face, faça uma simulação. “Peça para que alguém segure os quadros na parede ou faça um desenho a lápis para ter uma noção de onde fica melhor”, recomenda Pammela. Recortar jornal no mesmo tamanho do quadro e pendurá-lo na parede para fazer a demarcação também é outra dica para desobrir o lugar certo de pendurar a obra.

Quanto à altura, a arquiteta Letícia Ruivo compartilha uma dica que recebeu de quem entende o assunto. “Uma marchand de arte me contou essa regra: a tela tem que estar em linha reta com seu olho.”

Quem quer usar mais de um quadro para decorar a parede pode lançar mão de algumas regrinhas. “Quando são quadros iguais é interessante pendurá-los em alturas diferentes, para quebrar o ritmo”, diz Pammela Menezes. Mas sempre elegendo uma base para mater o alinhamento – seja superior, inferior ou lateral, no caso de quadros posicionados verticalmente.

Letícia Ruivo também sugere usar quadros de tamanhos iguais em números pares e quadros diferentes em número ímpar para ter sensação de harmonia.

Serviço

Bia Pupo
Tel: (11) 3061-9010

Letícia Ruivo
Av. Angélica, 1761 – 4º andar – cj. 41 – São Paulo
Tel: (11) 3120-5999

Pammela Menezes
Av. Conceição, 470 - sala 01 - São Paulo - SP
Tel: (11) 2367-5800

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.