Conheça algumas alternativas seguras para dar início à coleção

Para quem gosta de contemplar obras de arte e sonha em tê-las em casa, um bom lugar para começar a conhecer trabalhos, artistas e galeristas respeitados é a SP Arte – Feira Internacional de Arte de São Paulo – que vai até 2 de maio, no Prédio da Bienal, no Parque Ibirapuera.

Confira algumas das peças em exposição na SP Arte:

O evento chega à sexta edição com 80 galerias (70 nacionais e 10 estrangeiras) e 2.500 obras assinadas por 1.400 artistas de todo mundo. “É um panorama muito amplo da produção de arte brasileira e internacional”, conta Fernanda Feitosa, organizadora do evento.

Uma das principais novidades deste ano é a participação da galeria virtual Motor, lançada há um ano como plataforma online no site Submarino.

O público esperado pela organização é de pelo menos 15 mil pessoas. Se algum dos visitantes se interessar pelas obras, é possível comprá-las no local. Os preços são democráticos: começam em R$ 300 e ultrapassam a barreira do R$ 1 milhão.

Clube da arte

Outra alternativa, e permanente, é o Clube da Arte, criado pelo Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM). Ligado ao Núcleo Contemporâneo, o projeto que estimula a formação de novos colecionadores, conta com profissionais especializados que incentivam a pesquisa, levam os integrantes para exposições e visitam diferentes acervos.

“São pessoas que querem ter contato com a arte, mas não sabem como”, diz o designer e colecionador José Marton, que no começo do ano recebeu os membros do Núcleo em sua casa, onde tem uma acervo de cerca de 400 obras.

Serviço:

Museu de Arte Moderna (MAM)
Parque Ibirapuera – São Paulo (SP)
Tel: (11) 5085-1300

SP Arte
Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº - São Paulo (SP)
Local: Pavilhão da Bienal – Parque do Ibirapuera, acesso pelo Portão 3
Quando: até 2 de maio
Horário: dias 29 e 30/4, das 14h às 22h; dia 1/5, das 12h às 20h; dia 2/05, das 12h às 21h
Ingressos: R$ 25 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.