Elimine os cupins de casa

Inseticidas caseiros devem ser usados com cuidado

Daniela Morás, especial para o iG São Paulo |

Getty Images
Óleos essenciais de laranja ou citronela ajudam a combater os cupins de forma natural
Depois de identificar em quais áreas os cupins se instalaram na casa, é hora de eliminá-los. O pesquisador da Unidade Laboratorial de Referência em Pragas Urbanas do Instituto Biológico de São Paulo, João Justi Júnior, esclarece que, no caso dos cupins de madeira seca, é possível exterminar a colônia com inseticidas vendidos em supermercados.

São produtos em forma de aerosol, com mangueirinhas plásticas com pontas de metal que devem ser introduzidas nos furos por onde os cupins jogam as fezes granuladas para fora. “Mas para o subterrâneo, nem existe produto livre para a venda à população. São substâncias muito tóxicas que só podem ser comprados por empresas profissionais”, afirma Justi.

O gerente técnico da empresa de dedetização Osaka, Moacir Lobo, explica que, no caso dos produtos aplicados por profissionais, os cuidados são ainda maiores. “Todos os produtos devem ter a liberação de uso domiciliar expedido pelo Ministério da Saúde. Mesmo assim é necessário que as pessoas atendam a algumas recomendações antes de retornar ao imóvel, principalmente as mais alérgicas.”

Muitas pessoas também recorrem a receitas caseiras para eliminar os insetos. Mas, mesmo essas fórmulas mais simples precisam de atenção especial. O professor Odair Corrêa Bueno, do Centro de Estudos de Insetos Sociais da Unesp, explica que remédio caseiro não significa natural. “Usar querosene com naftalina pode funcionar, mas é preciso lembrar que se estará trabalhando com produtos tóxicos. Principalmente no caso da naftalina, que já tem venda proibida em alguns lugares.”

Por isso, há alternativas que podem afugentar os bichinhos. “Se o detergente acertar no inseto pode matar, porque atinge a camada de cera que o reveste. Sem essa proteção ele desidrata e morre”, diz Odair Bueno.

Mas, ele alerta que essas soluções não são válidas para todos os casos. “Se for pontual, como no caso de cupins de madeira seca, em que o ninho fica na peça, é possível resolver sozinho”, diz o professor. Já os cupins subterrâneos podem formar colônias muito grandes, que podem chegar ao tamanho de um quarteirão. Nesse caso, é recomendo procurar ajuda profissional.

    Leia tudo sobre: cuidadoscasacupinsserviço

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG