Christian Ullmann

Sustentável é pensar no futuro

Christian Ullmann é designer de produtos especialista em design para sustentabilidade. Sócio diretor da iT Projetos, tem trabalhos premiados na Itália, Argentina e Brasil

Economize energia com o LED

Mais duráveis e econômicas as lâmpadas LED valem o investimento inicial

03/08/2010 14:59

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-
Compartilhar:

Foto: Divulgação Ampliar

Apesar de mais cara, a lâmpada LED tem maior durabilidade e menor gasto energético

A iluminação residencial representa 20% do consumo mensal de energia, daí a corrida tecnológica das últimas décadas ter sido para reduzir o consumo energético das lâmpadas. Primeiro foram as incandescentes, depois as fluorescentes compactas e agora são as lâmpadas LED, sigla para diodos emissores de luz (em inglês).

Consumindo menos energia e com maior durabilidade, as lâmpadas LED estão ganhando escala industrial.

A tecnologia é a mesma utilizada em painéis eletrônicos e usa diodos emissores de luz, que, ao serem aplicados às lâmpadas comuns, chegam a ser 30 vezes mais duráveis, além de não desperdiçarem energia e não liberarem calor como as similares incandescentes. No mercado internacional já existem lâmpadas comerciais de LED que duram até oito anos ou 50 mil horas de uso.

É fato que o preço de uma lâmpada LED seja, ainda hoje, de quatro a cinco vezes maior que o de suas similares, porém a redução do consumo e a maior durabilidade compensam o investimento. O retorno estimado pode girar em torno de 17 meses. Fabricantes acreditam, no entanto, que nos próximos anos esta tecnologia poderá tornar-se mais econômica, o que abre espaço para a popularização de uma nova geração de lâmpadas.

Foto: Divulgação Ampliar

O LED possibilitou a criação de efeitos inimagináveis com a antiga tecnologia

A diversidade de LEDs cobre todas as possibilidades de iluminação residencial, comercial e pública, e quase todos os modelos são compatíveis com o soquete E27, o que é uma grande vantagem adaptativa.

O light designer Fernando Bottene afirma que “a nova tecnologia LED abriu uma grande possibilidades para novos projetos de iluminação residencial e comercial, reduzindo o consumo de energia e o impacto ambiental.

E, no caso da iluminação decorativa, propõe um novo patamar para a criação de efeitos inimagináveis com a tecnologia existente”.


Conheça os tipos de lâmpada LED:

PAR LED e LED AR: são ideais para substituição de lâmpadas halógenas. Além de ser energeticamente eficiente, permitem a economia de energia, sem o uso de mercúrio.

Dicróicas LED: são a substituição ideal para lâmpadas halógenas em iluminações decorativas e como complemento para a iluminação geral de áreas internas residenciais e comerciais (por exemplo, forro de gesso).

LED tube: é recomendada para iluminar áreas comerciais, principalmente indústrias, depósitos, galpões, escritórios, escolas, hospitais, além de algumas áreas residenciais (cozinhas e garagens, por exemplo). Uso em sancas.

Foto: Divulgação

Lâmpada LED tube

Mas, independente do LED, é possível economizar luz das seguintes formas:

• utilize aberturas para aproveitar a iluminação natural;
• use lâmpadas de acordo com o tamanho e finalidade do ambiente;
• use cores claras na pintura de paredes internas e teto;
• em ambientes que necessitam de mais iluminação, use lâmpadas de menor consumo de energia. Se achar viável, faça a substituição em toda a casa;
• apague as lâmpadas (se forem incandescentes) sempre que sair de um aposento.



Para maiores informações de projetos de iluminação residencial e comercial com lâmpadas LED:

Via Luz Iluminação e Comércio
Tel: (11) 3884-7595

Sylvania Brasil
Tel : (11) 3133-2430
 

 

 

 

 

 

 

Sobre o articulista

Christian Ullmann - jbianchi@ig.com - Christian Ullmann é designer de produtos especialista em design para sustentabilidade. Sócio diretor da iT Projetos, tem trabalhos premiados na Itália, Argentina e Brasil

» Mais textos deste articulista

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo