Evite as crises alérgicas geradas por esses inimigos invisíveis

Tapetes felpudos, carpetes, sofás de chenile, bichos de pelúcia, animais de estimação e edredons quentinhos são os lugares preferidos dos ácaros, que se instalam sem que a gente perceba e provocam reações alérgicas nas pessoas mais sensíveis.“Os ácaros procuram no ambiente o abrigo e a proteção necessários para viverem. E nossa moradia configura o local perfeito para isso”, afirma o pesquisador Nicolau Maués Serra-Freire, do Laboratório de Biodiversidade Entomológica do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz).

Veja como impedir a infestação de ácaros em casa:

Leia mais:  Arquitetura da felicidade: como uma casa se torna um lar

Isso sem contar que encontram matéria orgânica como fungos, vegetais, excrementos de animais, descamações da pele, cabelos e restos de alimentos em quantidade para se alimentarem. Uma forma de evitar o problema é se livrar de todos os possíveis focos de ataque, escolhendo pisos frios e trocando o estofamento por couro, o que nem sempre é possível. “A melhor maneira de conviver pacificamente com os ácaros é reduzir o alimento disponível para eles. Com menos alimento, a colônia cresce menos”, diz o pesquisador.

Além disso, é possível usar equipamentos como aspiradores para diminuir o impacto dos ácaros nos ambientes da casa. “Ele garante a coleta de 99,97% da poeira e das micropartículsa alergênicas, como as caspas de gato, por exemplo, que medem cerca de 0,3 micrômetros. Em termos de comparação, um cabelo humano mede cerca de 100 micrômetros, o equivalente a 0,1 milímetro”, afirma Ângelo di Fraia, gerente da Arno.

Não deixe os sapatos espalhados pela casa. Guarde-os em um lugar próprio
Divulgação
Não deixe os sapatos espalhados pela casa. Guarde-os em um lugar próprio

Desumidificadores de ar também ajudam bastante. “Ao procurar abrigo, o ácaro busca pouca luz, umidade acima dos 60% e calor abaixo dos 50ºC. Então, quando é instalado um, com capacidade volumétrica compatível com o volume do espaço, o abrigo deixa de ser ideal para os ácaros. Suas duas possibilidades imediatas são: morrer ou abandonar o ambiente, migrando para outro lugar (lembrando que toda a casa deve ser desumidificada)”, completa Serra-Freire.


Serviço:

Arno

Instituto Oswaldo Cruz

Continue lendo:

Confira soluções em cozinhas planejadas

Plantas: os erros mais comuns na hora de cuidar do jardim

>>> Assine a newsletter do Delas , curta nossa página no Facebook e siga o @Delas noTwitter

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.