Vinte cuidados básicos para que suas férias não terminem com surpresas desagradáveis

Antes de colocar as bagagens no carro e sair é preciso tomar alguns cuidados para garantir a sua segurança e a integridade de sua residência durante a sua ausência. “Casas vazias acabam se tornando grande atrativo para os ladrões. Atitudes preventivas, no entanto, dificultam a ação de bandidos”, afirma José Adir Loiola, presidente do Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Estado de São Paulo.

Confira na galeria de fotos abaixo 20 dicas para viajar tranquilo:

Leia mais: Arquitetura da felicidade: como uma casa se torna um lar

A velha regra de deixar as luzes acesas ainda vale, mas só se for com um timer ou sensor de movimento, caso contrário o artifício acaba virando chamariz de ladrão. “Principalmente nas áreas externas, é importante que as lâmpadas fiquem apagadas durante o dia e se acendam automaticamente à noite”, diz Loiola. Sistema de alarmes que acendem luzes quando programados também são boas alternativas.

Durante o período em que estiver fora, suspenda a entrega de jornais e revistas, e peça a um vizinho de confiança ou parente para recolher a correspondência diariamente. “Deixe com essa pessoa seu contato para encontrá-lo caso seja necessário. Em condomínios fechados ou edifícios, não deixe as chaves na portaria”, acrescenta o técnico em segurança Roger Rodrigues, do Grupo GR.

Alarmes, alertas e afins

Instalar câmeras, cercas elétricas e alarmes ajudam a desestimular os ladrões, que irão pensar duas vezes antes de invadir. “Isso não é mais um luxo e sim uma necessidade. Em geral, os ladrões agem por impulso e quando vêem uma casa com sistema de alarmes, normalmente procuram outro imóvel de mesma importância, sem segurança ”, afirma Fernando Moreira, gerente corporativo da Instalarme.

Algumas empresas monitoram a residência e, em caso de arrombamento, enviam uma equipe para verificar o local. “É aconselhável, também, que poucas pessoas saibam desativar o sistema de segurança da casa”, completa Roger Rodrigues.

Verifique se as portas e janelas foram trancadas e, eventualmente, cheque se é necessário reforçar as trancas. “Observe ainda se d eixou objetos no quintal , como uma bicicleta, por exemplo”, indica Luciano Caruso, da empresa de segurança Graber.

Enfim, não dê bandeira de que não está em casa, afinal, como lembra o superintendente geral do Grupo Nordeste de Segurança, Osvaldo Gramel, o maior erro é justamente não lembrar que a casa vazia estará muito mais vulnerável à ação de meliantes.

Fonte: Polícia Militar


Saiba mais:

Confira soluções em cozinhas planejadas

Ponto de ônibus de SP ganha prêmio de design internacional. Conheça o autor

Plantas: os erros mais comuns na hora de cuidar do jardim


    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.