Empresas investem em plataformas online e permitem aos usuários decorar e repaginar os ambientes sem sair de casa

A reforma da casa sempre ocupa tempo e orçamento maior do que o esperado. Por isso, alternativas que tornem os trabalhos mais eficientes, baratos e eficazes são muito bem vindas. E é com este objetivo que escritórios de arquitetura e paisagismo têm investido em plataformas virtuais. Os sites permitem que os clientes interajam com os profissionais, enviem as características do espaço a ser reformado (medidas, fotos e perspectivas) e recebam os projetos finalizados por e-mail. Outras empresas apostam ainda em simuladores virtuais para que os próprios usuários desenvolvam as plantas e testem previamente a decoração dos ambientes. Quer saber mais detalhes das novidades? Reunimos abaixo cinco exemplos de sites que facilitam o planejamento da reforma:

Leia ainda: Quanto custa uma reforma

Na E-Interiores, o pedido do cliente é finalizado após 20 dias úteis
Divulgação
Na E-Interiores, o pedido do cliente é finalizado após 20 dias úteis

Nome: E-interiores
Inaugurado em: 
julho de 2013
Como funciona:
o site criado pela designer Daniela Ney é um verdadeiro e-commerce de projetos. O cliente faz um cadastro online, fornece informações detalhadas do ambiente (medidas, pontos de instalação elétrica e hidráulica), explica o que pretende fazer e envia imagens do local - além da planta baixa, se tiver. O pedido é confirmado em 24h e, após o pagamento, começa a ser realizado. Toda a conversa acontece por e-mail e, ao final do processo, a empresa envia a nova planta, o detalhamento da marcenaria, a listagem de todos os produtos usados no projeto e as perspectivas em 3D do ambiente.
Quanto custa:
o preço do serviço varia conforme a metragem do espaço, independente de quantos ambientes estiverem inclusos. Locais com até 50 m² custam R$ 1.500, já os de metragem entre 400 m² e 500 m² chegam a custar R$ 7.450.
Tempo médio para a finalização:
20 dias úteis


Os sócios da OMQF garantem que é possível personalizar qualquer item do mobiliário
Divulgação
Os sócios da OMQF garantem que é possível personalizar qualquer item do mobiliário

Nome: O Móvel Que Faltava (OMQF)
Inaugurado em:   início de 2013
Como funciona:   a proposta dos sócios Carolina e Gustavo Pitarelli e Pedro Bacchi é fazer móveis personalizados. A partir de um catálogo de peças pré-existente é possível fazer pequenos ajustes para adaptá-lo às necessidades do seu ambiente como mudar a altura do tampo da mesa, reduzir a largura de um armário ou mesmo criar peças totalmente sob medida. Para isso, basta que o cliente envie uma foto, um descritivo das características da peça ou um esboço do que pretende, com as medidas necessárias. Ele ainda pode escolher materiais (qualidade e espessura de matérias-primas e revestimentos) e cores (dentro dos 20 padrões oferecidos no site). A equipe recebe a ideia e, em alguns dias, encaminha para o cliente o resultado do móvel em 3D. Não há restrição alguma sobre as peças que podem ser personalizadas. 
Quanto custa:   o preço do serviço varia conforme as características do projeto (materiais, formatos e acabamentos). As produções começam em R$ 400 e podem alcançar a marca dos R$ 3.000.
Tempo médio para a finalização:   30 dias


O site Floor Plan conta com mais de dois mil itens para o usuário planejar a reforma
Divulgação
O site Floor Plan conta com mais de dois mil itens para o usuário planejar a reforma

Nome: Floor Planner
Inaugurado em:   2007
Como funciona:   o acesso ao simulador online é feito por meio de um simples cadastro. O programa disponibiliza uma planta básica residencial para que o usuário altere as medidas conforme sua realidade antes de começar a planejar. No quesito decoração, a plataforma é bem completa e conta com mais de duas mil opções de itens (desde sofás e cadeiras, até portas e tapetes). O usuário também consegue personalizar pisos e alterar as medidas do terreno. É possível contratar diferentes modalidades do serviço, sendo que o pacote gratuito inclui a visualização da planta no iPad ou iPhone por meio do aplicativo da empresa, mas em momento algum o usuário terá a ajuda de um profissional. O simulador americano já registra mais de oito milhões de usuários em todo o mundo.
Quanto custa:   o preço varia conforme o plano adquirido. Há modelos gratuitos (com apenas um projeto incluso) e os pagos (que podem chegar a R$ 39 por mês, mas oferecem 15 projetos por mês).
Tempo médio para a finalização:   depende de cada um e varia conforme a complexidade da decoração dos ambientes.


A plataforma da empresa Província permite que o usuário personalize o ambiente da casa
Divulgação
A plataforma da empresa Província permite que o usuário personalize o ambiente da casa

Nome: Simulador YouPlan
Inaugurado em:   agosto de 2013
Como funciona:   o site da empresa Província permite que o usuário desenvolva um projeto próprio de decoração. Na plataforma virtual o cliente pode reproduzir as medidas e cores do seu ambiente e testar os vários modelos de peças disponíveis no catálogo virtual da empresa (com 11 categorias de móveis que vão desde escrivaninhas até vasos e quadros). As diferentes medidas das peças ajudam o usuário a adaptar os modelos para as suas necessidades. A vantagem do simulador é que não precisa ser instalado, mas seu ponto fraco é a dificuldade de manupulação da planta no 3D, que poderia ser mais amigável. Não oferece a possibilidade de interação com profissionias. No primeiro mês de funcionamento, mais de oito mil acessos foram registrados.
Quanto custa:   é gratuito
Tempo médio para a finalização:   a demora varia de acordo com o nível de detalhamento do ambiente. E a visualização é possível somente na plataforma do site.


O site da paisagista permite que o cliente informe todas as características do espaço a ser reformado
Divulgação
O site da paisagista permite que o cliente informe todas as características do espaço a ser reformado

Nome: Paisagismo Online (Christiane Roncato)
Inaugurado em:   março de 2013
Como funciona:   a plataforma virtual da paisagista Christiane Roncato é mais uma forma de viabilizar um projeto à distância. O usuário preenche um cadastro online e informa as metragens do local a ser reformado, além de anexar a planta baixa e as fotos do ambiente. “É importante que as imagens identifiquem a posição de aberturas como janelas, portas e portões, além de detalhar elementos que possam influenciar o paisagismo (ar-condicionado ou locais de sombra, por exemplo)”, afirma. O estilo do jardim também pode ser escolhido no site - tropical, clássico, toscano, japonês, desértico ou românticos -, e o cliente ainda tem a opção de acrescentar itens decorativos como umberellone e deck. Após a finalização do planejamento, a empresa desenvolve a proposta e encaminha o primeiro esboço em 3D para o cliente. “Cada pedido pode ser alterado até três vezes. Já contamos mais de 50 reformas concluídas”, afirma a paisagista.
Quanto custa:   o valor dos projetos é alterado conforme a metragem do espaço, sendo o mínimo de R$ 240 para locais de até 30 m².
Tempo médio para a finalização:   30 dias


Saiba mais:

Itália quer formar designers brasileiros

Veja como nasce uma poltrona

10 erros para evitar na limpeza da casa


    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.