Coloque os sapatos em ordem

Veja cinco formas de organizar seus pares preferidos para tê-los sempre à mão

Juliana Duarte, especial para o iG |

Se os sapatos ficam espalhados pelo chão ou dentro de um armário pequeno e quase não dá para saber o que tem por ali, está na hora de tomar uma atitude. Planejar uma sapateira é uma solução simples e pode acabar com esses problemas em poucos segundos.

VEJA UMA GALERIA DE FOTOS COM INCRÍVEIS SAPATEIRAS

Existem diversos modelos disponíveis no mercado, com preços diferentes e feitos com materiais variados. A melhor opção, no entanto, é aquela que se adapta ao espaço disponível . “Avalie esse quesito e veja se a área irá comportar todos os pares. É importante escolher uma sapateira que ofereça praticidade”, afirma a personal organizer Juliana Curti. Em seguida, chega o momento de eleger o modelo ideal para o seu lar. Veja cinco dicas criativas para armazenar seus sapatos preferidos sem gastar muito!

Divulgação
Antes de escolher o modelo de sapateira ideal, o importante é analisar o quanto de espaço será possível usar


1 – Móveis planejados
Quem quiser investir em um móvel novo pode comprar ou encomendar um armário próprio para os sapatos. Existem diversas empresas que planejam a sapateira dentro do closet ou de armários. A peça também pode ser independente desses itens. “Ao planejar uma, o primeiro passo é saber quantos pares o cliente irá guardar e que número calça. Essa informação é fundamental para definir o tamanho das prateleiras”, afirma Esther Schattan, sócia-diretora da Ornare. Geralmente, é importante deixar 20 centímetros de largura para sapatos femininos e 25 centímetros para os masculinos.

Sobre a altura, o ideal é planejar de acordo com o que se pretende guardar . “Para sapatos de salto, por exemplo, costumamos deixar 25,5 centímetros, sapatos baixos e chinelos, 16 centímetros, e as botas devem ser medidas para a definição da altura recomendada”, alerta a profissional. Os materiais mais indicados para compor a sapateira, segundo ela, são o vidro e o MDF.


2 – Caixas organizadoras

Caixas organizadoras podem ser transformadas em sapateiras charmosas e práticas. Existem diversos modelos disponíveis no mercado, todos com preços acessíveis e materiais distintos, como plástico, acrílico e papelão. Há opções com visores, que ajudam na identificação, mas costumam custar mais do que as convencionais.

Leia também: Saiba como organizar os livros em casa

Porém, se a ideia não for gastar muito, a dica é tirar fotos dos pares e colá-las em um dos lados da caixa. “É uma maneira de encontrar os sapatos com maior facilidade. A alternativa ainda oferece a possibilidade de empilhar as caixas e liberar espaço no dormitório ”, afirma Juliana.

Para a personal organizer Ana Afonso, as opções mais indicadas são as transparentes. “As de papelão também podem ser usadas, desde que você faça furos nas laterais para deixar o sapato respirar”, afirma.


3 – Materiais reaproveitados

Reaproveitar materiais é uma boa maneira de poupar. As caixas de feira sempre aparecem como ótimas soluções. Elas podem ser compradas por cerca de R$ 5 perto de centros de distribuição de alimentos. Quando estiver com as peças em mãos, é importante lixá-las. Em seguida, aplique tinta (pode ser spray, que é mais fácil de manusear). A sugestão é empilhá-las em um canto do quarto. “Tudo se torna possível se você der asas à imaginação. Podemos usar baldes com cores diferentes para formar nichos, embalagens em formato circular e até mesmo móveis sem muito uso, como um gaveteiro ou um baú”, afirma Juliana.


4 – Sapateiras plásticas

As sapateiras de plástico molinho, encontradas nas feiras livres e que podem ser penduradas atrás da porta estão em alta e são boas opções para quem deseja poupar espaço em casa. Os modelos são baratos e coloridos, ideais para ambientes descolados. Também há uma maneira de personalizar essa sapateira. “Você pode fazer uma com sacos de TNT e colocar visores para facilitar na identificação”, afirma Juliana.

Saiba mais: Design brasileiro invade Milão


5 – Sapateira embutida

Outra forma de economizar espaço é planejar sapateiras embutidas em outros móveis. Os gavetões instalados nas laterais das camas são boas soluções. Há também opções mais inusitadas, como aproveitar os degraus da escada e transformá-los em gavetas, usar parte do móvel do escritório ou planejar nichos de acrílico embutidos nas paredes.

Como organizar

Divulgação
Empilhar os sapatos sem protetores não é recomendado, já que podem ficar deformados
“É sempre importante deixar os sapatos que usamos com frequência mais acessíveis”, alerta Ana. Em seguida, os pares devem ser separados em sociais (fechados e de salto), botas, sandálias sociais e calçados esportivos (tênis e chinelos).

Para valorizar o espaço, vale separá-los de acordo com a estação. No inverno, deixe a mão apenas as botas e os modelos fechados, separados por cor e tipo. Quando chegar o verão, organize as sandálias de salto, rasteirinhas e chinelos.

As botas devem ser guardadas de pé, com algum tipo de enchimento para evitar que fiquem amassadas. “Podemos fazer esse recheio com garrafas PET, rolos de papel toalha ou plástico-bolha. Sempre recomendo evitar papel comum ou jornal, que podem manchar e ainda atraem traças”, afirma a personal organizer.

Atenção!

- Nunca guarde calçados logo após o uso. Depois de tirá-los, passe um pano seco para eliminar o pó e os resíduos acumulados no solado. É importante colocá-los em um local ventilado

- Não guarde os sapatos empilhados sem proteção alguma. O peso de um pode deformar o outro

- Evite guardar os pares em sacos plásticos, pois facilitam o desenvolvimento de fungos

- Faça, regularmente, a higienização geral dos sapatos: passe hidratante, lustre e observe a condição de saltos e solados.

Serviço:

Ana Afonso
Tel.: (11) 9191-2517

Juliana Curti
juliana_curti@yahoo.com.br

Ornare
Tel.: (11) 4615-4244

Siga o iG Delas pelo Twitter e assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades.

Leia tudo sobre: sapatosapateiramóvel planejadoarmário

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG