Publicidade
Publicidade - Super banner
Casa
enhanced by Google
 

Vasos gigantes invadem o jardim

Com presença marcante, os vasos gigantes conquistam seu espaço na decoração

Roberta Piacenti, especial para o iG São Paulo |

selo

Presença indiscutivelmente marcante na decoração, os vasos gigantes estão roubando a cena. Tanto que na Casa Cor de São Paulo puderam ser vistos dando um toque especial a vários ambientes. “Eles surgiram para tirar esses elementos da condição de meros coadjuvantes e oferecer novas possibilidades de uso, formando espaços com visual impactante e bem-humorado”, afirma a arquiteta paisagista paranaense Luciana Brandão.



No mercado pode-se encontrar uma infinidade de modelos feitos com diferentes materiais, como cerâmica, metal, fibras naturais, plástico, concreto e resina, que podem ser adquiridos em lojas especializadas em produtos e acessórios para jardinagem ou ainda produzidos sob encomenda.

“Eles ficam ótimos para demarcação de caminhos ou da entrada da residência. Além disso, devido às dimensões generosas, é recomendando usá-los em ambientes com pé-direito alto e em áreas amplas para não sobrecarregar o décor”, orienta Luciana. Outra dica é instalar um projeto de iluminação nas áreas verdes para destacar a volumetria das peças e criar uma atmosfera inspiradora.

Decorativos e funcionais

Segundo os paisagistas Maier Gilbert e Alexandre Braga, os vasos gigantes são uma excelente opção para aqueles que não possuem local adequado para o plantio de espécies de grande porte. “Esse tipo de vaso surgiu no Sudeste asiático para decorar, mas também oferece a possibilidade de cultivar plantas como jabuticabeiras, palmeiras e outros exemplares arbóreos sem precisar de um extenso jardim.”

Porém, segundo a arquiteta paisagista, o uso de plantas de pequeno porte também é possível e ajuda a valorizar ainda mais a peça. Ela conta que tem especificado exemplares que atingem, no máximo, 30 cm de altura, como liríopes ou até mesmo forrações com grama-preta, que criam visuais harmoniosos.

Quando abrigarem plantas, o ideal é deixá-los em lugares que recebam luz solar e água da chuva. Se optar por colocá-lo dentro de casa, é importante retirar o pós das folhas frequentemente e escolher um espaço arejado e com incidência de luz para evitar proliferação de fungos.

“O mais indicado é dispô-los em locais ventilados e que recebam os raios de sol da manhã, como uma varanda ou sacada. Caso isso não seja possível, também pode optar por deixá-lo em ambientes internos, como na sala, por exemplo, desde que tarefas como rega e adubação sejam realizadas sempre que necessárias”, orienta o engenheiro agrônomo e paisagista Alexandre Furcolin.

Em áreas sombreadas dê preferência ao cultivo de espécies como filodendros, marantas, calateias, entre outras que se adaptam a meia-sombra.

Os profissionais lembram que tanto a peça como o exemplar vegetal escolhidos precisam estar em harmonia com a arquitetura e o estilo decorativo. Por isso, vale a pena consultar um especialista para não errar no momento da compra.

 

 



Veja onde encontrar orientação e vasos gigantes:


Alexandre Furcolin Paisagismo
Rodovia das Cabras, km 6 – Campinas (SP)
Tel: (19) 3255-1025

Cerâmica Jardim
Rua Álvaro Alvim, 350 – Curitiba (PR)
Tel: (41) 33274-3443

Companhia das Folhas
Rua Guaipá, 1443 - São Paulo (SP)
Tel: (11) 3831-0300

Jardí Ornamentos em Jardim
Rua Lisboa, 393 - São Paulo (SP)
Tel: (11) 3064-0009

Luciana Brandão - Arquiteta Paisagista
Rua Doutor Nelson Lins d’Albuquerque, 110 – Curibita (PR)
Tel: (41) 3338-7789

L’oeil
Rua Bela Cintra, 2009 - São Paulo (SP)
Tel: (11) 3085-3211

Maier Gilbert e Alexandre Braga - Paisagistas
Av. Goiás, 3477 - São Caetano do Sul (SP)
Tel: (11) 4225-8501

Master Carelli
Ribeirão Preto/SP
Tel: (16) 3963-2818

Z’Figueiredo
Estrada do Votorantim, 147 - Embu das Artes (SP)
Tel: (11) 4781-1498

Leia tudo sobre: vasomaxivasopaisagismojardinagemcasa cor 2010

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG