Tenha uma árvore-da-felicidade em casa

O arbusto é indicado para interiores e pode chegar a 5 metros de altura

Lila de Oliveira, iG São Paulo |

Alguns dizem que a árvore-da-felicidade não pode ser comprada por quem irá cultivá-la. Outros acreditam que atrairão sorte ao ter o macho e a fêmea no mesmo vaso. Da veracidade desses ditos populares não se pode ter certeza, mas não há como duvidar que a planta traz beleza e vitalidade para o interior das casas.

Divulgação Mari Polesi
A árvore-da-felicidade é um arbusto de meia-sombra que pode chegar a 5 metros de altura
As plantas conhecidas como macho e fêmea da árvore-da-felicidade pertencem ao mesmo gênero vegetal, mas correspondem a duas espécies diferentes. “Elas são semelhantes, porém apresentam algumas características que as distinguem”, explica a paisagista Marisa Lima. Segundo ela, o macho tem a folha mais grossa e arredondada e seu caule é mais consistente, o que diminui a probabilidade de ele tombar.

Essa é uma das queixas mais frequentes de quem cultiva a árvore-da-felicidade, já que ela pode chegar a 5 metros de altura. Para evitar que a planta tombe, Marisa recomenda que o caule seja amarrado a um cabo de vassoura ou pedaço de bambu – “solução muito mais charmosa”, diz.

Onde plantar

A árvore-da-felicidade é um arbusto de meia-sombra , podendo ser plantado em áreas externas , desde que a luz do sol não o atinja diretamente. “As folhas ficariam queimadas ”, afirma a paisagista Mari Polesi.

Como a espécie também não suporta vento em excesso, é muito mais comum vê-la dentro de casa. “Mas o ambiente precisa ter boa iluminação ”, ressalta.

Para a fase inicial, a paisagista indica um vaso com pelo menos 40 cm de boca e 50 cm de altura. A medida é suficiente para abrigar macho e fêmea, mas vale lembrar que não é necessário ter as duas espécies, já que uma não depende da outra para crescer.

Como cuidar

Para se desenvolver, a árvore-da-felicidade precisa que o solo seja rico em matéria orgânica. A adubação pode ser feita uma vez por ano, após o inverno, utilizando-se adubo NPK na concentração 10-10-10.

É importante checar periodicamente a umidade do solo, colocando o dedo na terra. “Ele não deve ficar completamente seco, mas também não pode ser encharcado no momento da rega”, afirma Mari.

Como não se trata de uma espécie que cresce de forma homogênea, folhas e galhos secos devem ser retirados a cada dois meses. Ao término do inverno , quando a planta sai do estado de dormência, uma poda mais drástica é indicada para redefinir seu formato. A medida também ajuda a evitar que o arbusto tombe.

Para proteger a árvore-da-felicidade das pragas – principalmente as cochonilhas , que são atraídas por suas folhas rugosas –, recomenda-se a aplicação mensal do óleo de neen.

Fontes consultadas:

Folha Paisagismo
Tel: (11) 3021-6934

Mari Polesi
Tel: (11) 4193-6867

Marisa Lima
Tels: (11) 2594-5027/ (21) 7843-8235

    Leia tudo sobre: jardinagempaisagismoárvore-da-felicidade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG