Saiba como utilizar os seixos no paisagismo

Conhecidas como seixos, as pedras espalhadas pelo jardim podem fazer toda a diferença no projeto paisagístico . “Elas dão um colorido especial aos espaços, realçam a textura das espécies, protegem o solo da incidência direta do sol e ainda ajudam a deixar o local mais limpo e organizado”, afirma Cristiane Rodrigues, proprietária da loja especializada em pedras ornamentais que leva seu nome.

A lista de possibilidades de uso é extensa. Ficam perfeitos em espelhos d’água e vasos , servem para delimitar ambientes e criar caminhos. “Também são bem-vindos em composições com bromélias e suculentas , pois dão ares de naturalidade ao projeto”, diz a paisagista Meire Carvalho.

Essa infinidade de combinações tem um motivo: existem diversas opções de cores e tamanhos disponíveis no mercado. Porém, será preciso ter bom senso e, principalmente, tomar alguns cuidados especiais para acertar na escolha. “Se você colocar pedras brancas diretamente no solo, ficarão encardidas com o passar do tempo e nunca mais terão a cor original”, alerta Meire. Segundo ela, se os tons forem claros, o correto é fazer uma forração com manta sintética.

Outra característica que deve ser levada em conta é a dimensão do seixo. Se for grande e estiver na passagem, poderá atrapalhar os passos. Os pequenos demais também não são recomendados, pois prendem no solado dos calçados e podem machucar as patas dos animais de estimação . “O ideal, nesse caso, é escolher um meio-termo”, indica Cristiane. Em vasos é possível escolher pedriscos de tamanhos variados. Nesse momento, o gosto pessoal deve falar mais alto.

Cuidados de limpeza
Os seixos são encontrados soltos ou em placas, opção mais indicada para revestir pisos e paredes . As pedras não recebem nenhum tipo de acabamento e, por esse motivo, é preciso limpá-las com frequência. “O procedimento é simples. Basta usar água e sabão neutro sempre que a sujeira acumular”, orienta Fábio Franco de Moraes, diretor da Palimanan Pedras Naturais.

Um erro comum, de acordo com Meire, é colocá-los de molho na água sanitária e depois esfregar as pedras. “Isso pode causar manchas irreversíveis”, diz. Apostar em um sistema de drenagem é uma das formas de evitar dores de cabeça. “Se ficarem algumas poças pelo jardim, as pedras poderão ficar cobertas com lodo”, afirma.

Acerte na escolha
Na hora da compra é preciso redobrar a atenção, pois normalmente esse tipo de produto é vendido por peso, em sacos, ou por metro cúbico. “É fundamental verificar se as pedras estão inteiras e se não há detritos como barro ou galhos”, alerta Cristiane.

Seja consciente, os seixos são retirados dos leitos dos rios e a extração de forma inadequada pode causar diversos danos ao meio ambiente. Por isso, verifique se a empresa possui certificação do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) para operar. Afinal, toda atitude verde é sempre bem-vinda.


Serviço:

Cristiane Rodrigues Pedras Decorativas
Rua Barão da Passagem, 1451 – São Paulo (SP)
Tel: (11) 3832-1177 / 3831-2849

Meire Carvalho
Rua Quatro de Setembro, 138 – Guarulhos (SP)
Tel: (11) 2087-2401 / 9979-4459

Palimanan Pedras Naturais
Rua Lisboa, 393 – São Paulo (SP)
Tel: (11) 3064-0617

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.