iG responde: o que plantar na floreira

Paisagista da Proflora, Marcos Malamut indica as melhores espécies para ter em uma floreira em constante exposição ao sol

Lila de Oliveira, iG São Paulo

Getty Images
As espécies que compões as floreiras devem ser resistentes ao vento
Há muitas opções de espécies para se ter em uma floreira. Se a jardineira for alta, a russélia ( Russelia equisetiformis ) é uma boa pedida, pois tem longos ramos pendentes que formam uma cortina leve. Além disso, ela possui pequenas flores tubulares vermelhas, que atraem beija-flores.

A barléria ( Barleria repens ) é uma opção que apenas se debruça pelas bordas da floreira. Todas as manhãs, principalmente na primavera e no verão, produz uma grande quantidade de flores, que se desprendem da planta no decorrer da tarde.

A bulbine ( Bulbine frutescens ) é entouceirante, isto é, não se alastra. Tem folhas cilíndricas e pequenas flores amarelas ou alaranjadas, dispostas em espigas, elevando-se acima da folhagem. Assim como a russélia e a barléria, também é resistente ao vento e à falta de água.

A vinca ( Catharantus roseus ) cresce rapidamente e produz grande quantidade de flores, que podem ir do branco ao carmim. Para um melhor resultado, deve ser replantada quando crescer demais, geralmente a cada dois anos.

A tagete-anã ( Tagetes patula ) é uma planta anual, ou seja, precisa ser substituída periodicamente. Entretanto suas flores são de um amarelo intenso, proporcionando um efeito que justifica o esforço.


Consultoria:

Marcos Malamut, paisagista da Proflora
Tel: (71) 8802-8460







    Leia tudo sobre: floreirarusséliajardinagemflorig respondebarléria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG