Estufas especializadas cuidam de diferentes espécies na ausência dos donos e garantem vasos saudáveisquando você voltar de viagem

Nos
Getty Images
Nos "hotéis" água, adubo e luz na medida certa para as plantas enquanto você está fora
O verão começou e muita gente aproveita essa época do ano para tirar as merecidas férias. Mas, antes de pegar a estrada, é preciso pensar em alguns detalhes, como o que fazer com o cachorro e com as plantas de casa. Afinal, não dá para deixá-los sozinhos, sem alimento e água por muito tempo.

Foi pensando nisso que, da mesma maneira que os hotéis para animais pipocaram pelas grandes cidades do país, as floriculturas agora oferecem o serviço de hotel para plantas.

Um dos pioneiros no ramo, Márcio Azevedo, proprietário da Bonsai Kai, em São Paulo, começou a oferecer estadia para plantas há 10 anos. “No início era pela necessidade dos clientes, que iam viajar e pediam para deixar as plantas aqui como favor mesmo”, relembra Azevedo.

De acordo com ele, nos meses de dezembro e janeiro, o estabelecimento recebe até 200 hóspedes verdes. O próprio dono pode levar seu vaso para o “hotel” ou solicitar o serviço de retirada e entrega, que custa R$ 30 por viagem.

Durante a estadia, todos os vasos são regados e podados, e, caso alguma planta esteja doente, o dono recebe, por e-mail, um diagnóstico do biólogo e o orçamento. Tudo isso por um preço bastante amigável: a diária é de R$ 1 para bonsais de até três quilos.

Hotel terapia

Deixar uma planta em um local especializado não acontece apenas no período de viagens, como garante Arlete Lima Dutra, dona da Floricultura British Columbia Gardens, de Belo Horizonte. “Tem gente que só quer levar a planta quando comprar a própria casa. Enquanto isso não acontece, nós cuidamos dos vasos.”

O preço, segundo ela, varia conforme o tamanho e tempo de estadia da planta. No local, além do hotel, também funciona um hospital verde. “Se planta chegar aqui e precisar de algum hormônio folicular, por exemplo, a gente coloca. É como deixar o seu bebê na creche”, afirma.

Locais também servem de spa

O engenheiro químico Mário Lula, que coleciona bonsais há 15 anos, conta que, apesar de todos os cuidados domésticos, investir em uma estadia para seus bonsais vale a pena não somente quando tira férias, mas quando quer dar um tratamento especial a eles.

“Quando preciso fazer alguma coisa, como mudar a terra, o que mexe muito com as raízes que são bem sensíveis, normalmente eu deixo lá (no hotel) entre 15 e 20 dias, que é um período crítico”, diz Lula.

Porém, antes de deixar a sua palmeira ou orquídea hospedada em um hotel é preciso ter alguns cuidados, como explica o professor da Escola Municipal de Jardinagem, Juscelino Schiraai. “É importante consultar alguém que já deixou a planta no hotel antes, para verificar a qualidade do serviço.”

Serviço:

Bonsai Kai

Rua Miranda Guerra, 1530, Jardim Petrópolis, São Paulo (SP)
Tel: (11) 5546-0620

Floricultura British Columbia
Rua Carangola, 446, Bairro Santo Antônio, Belo Horizonte (BH)
Tel: (31) 3342-2291

Escola Municipal de Jardinagem
Prédio de Administração do Parque do Ibirapuera, avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº, Portões 3 e 4 (em frente ao Detran), Ibirapuera, São Paulo (SP)
Tel: (11) 5574-0705 e (11) 5081-3967

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.