Toda varanda combina com vasos de plantas, porem e preciso ter cuidados para n?o exagerar na dose, preservando a area de circulac?o. A escolha das especies e o modo como s?o expostas tambem contam. Veja algumas dicas a seguir

Alem do frescor e da gostosa sensac?o de se estar um pouquinho mais perto da natureza, ter uma composic?o de plantas na varanda pode ter inumeras outras func?es. Entre elas, criar uma cortina verde para preservar a intimidade, caso a janela do vizinho fique colada na sua varanda ou voce more no primeiro andar, ficando a vista de quem passa na rua.

Veja galeria de fotos com sugest?es de projetos de varanda

Quando se quer privacidade, o ideal e abusar de plantas com altura e volume, fazendo o que chamamos de barreira verde, explica a paisagista Maricy Pissinatti, que nestes casos sugere o uso de floreiras colocadas rentes ao guarda-corpo. Outra paisagista, Camila Cavallari, da Verde Vaso, indica plantas com bom fechamento das folhas, como murta, pleomelle, formio e viburno.

Mas existe a situac?o contraria, em que a varanda oferece ao morador uma linda paisagem e que, portanto, n?o deve ser prejudicada pelo uso de plantas em excesso ou de tamanho desproporcional. Aqui ocorre o inverso, assim deve-se evitar as especies altas e volumosas, para que n?o interfiram na visibilidade, orienta Maricy. Camila indica ainda o uso de vasos com desenhos limpos e plantas com formatos esculturais, como as suculentas e cactaceas.

E se voce n?o tem ideia de como dispor os vasos, parta do principio de que e preciso manter uma area livre para a circulac?o. Ou seja, para n?o errar, coloque os vasos nos cantos, nas laterais ou rente as paredes. Vasos dispostos no perimetro do espaco abrem a circulac?o. Ja os cantos s?o otimos para posicionar pecas maiores, com plantas de porte alto, ensina Camila.

Para Maricy, e importante que seja definido o mobiliario do terraco (mesa, cadeiras, bancos, aparadores e espreguicadeiras) antes da colocac?o dos vasos. Depois, parte-se para a colocac?o dos vasos, que em geral ficam nos cantos, paredes e espacos n?o utilizados para a passagem, diz a paisagista.

Acerte na composic?o

E para que o resultado tenha um visual harmonico, a dica e trabalhar com regras de volumetria, utilizando vasos altos, medios e baixos, em conjuntos. Escolher um modelo unico de vaso e variar apenas o tamanho da um aspecto organizado, principalmente se a varanda for pequena, orienta Maricy. A regra da trindade tambem e recomendada por Camila, que sugere a raphis como a maior, um pacova como a media e uma bacia de bromelias como a baixa.

No caso de areas pequenas, uma soluc?o e investir em um jardim vertical, que pode cobrir toda uma parede ou apenas parte dela. Isso pode ser feito de maneira simples, prendendo vasos de ceramica do tipo meia-lua na parede; ou mais elaborada, com molduras e nichos para as plantas. Os paineis vivos s?o otimas opc?es para tirar o verde do ch?o e rechear a area. Assim pode-se verticalizar o jardim e ganhar espaco para o mobiliario, argumenta Camila.

Por fim, varandas pedem plantas que resistam a exposic?o a vento, sol e chuva. Especies mais rusticas como a fenix, as azaleias, os formios e as clusias s?o bem indicadas. Apesar de que, atualmente, a maioria das varandas e fechada por vidros, tornando-se uma estufa e, portanto, uma area propicia para quase todas as plantas. Mas essa afirmac?o e valida quando se tem pelo menos 4 horas de sol diarias. E ai tambem podem ser incluidas especies frutiferas e temperos, diz Maricy.


Leia mais sobre: varanda


Consultoria:

Maricy Pissinatti - www.maricypissinatti.com.br

Camila Cavallari - www.verdevaso.com.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.