Orquidófila dá instruções para que a planta permaneça mais tempo florida dentro de casa

Com flores delicadas, as orquídeas dão charme e sofisticação a qualquer ambiente. Mas para que permaneçam bonitas por mais tempo é ideal saber como regar, como adubar e onde deixá-las dentro de casa.

Segundo a especialista em orquídeas Elza Kawagoe, integrante da Associação Orquidófila de São Paulo, ao contrário do que parece, a espécie é fácil de cuidar. “Basta regar, deixar em lugar iluminado e ventilado e adubar de maneira correta para garantir que sempre dê flores ”, diz.

Para detalhar melhor o cultivo da planta, a associação ministrará aulas gratuitas sobre o tema durante a 12ª Expoverão de Orquídeas, que acontece nos dias 2, 3 e 4 de dezembro, das 9h às 19h, no bairro da Liberdade, em São Paulo. O evento tem entrada franca e conta também com exposição de 500 plantas de coleção e venda de mais de 10 mil orquídeas , entre espécies nacionais e estrangeiras.

Confirma algumas espécies que estarão expostas no evento:


Ao iG, a especialista ensina cinco cuidados básicos para manter as orquídeas sempre bonitas dentro de casa. Confira.

1. A rega deve acontecer a cada dois dias, lembrando que a planta requer umidade e não encharcamento. Se estiver no verão, com calor excessivo, regue dia sim, dia não. Se a planta estiver florida, não molhe a flor, somente a terra.

2. Não deixe a planta exposta diretamente ao sol, para não queimá-la. O ideal é que fique em lugar iluminado, preferencialmente próximo a uma janela ou em local que pegue sol somente até às 10 horas da manhã ou após às 16 horas.

3. Se a planta ficar somente à sombra, dificilmente nascerá flores. Portanto, coloque o vaso em um lugar mais claro para aumentar as chances de florir. Lembre-se que a maior parte das espécies vendidas nas floriculturas floresce de duas a quatro vezes por ano, se bem cuidadas.

4. Não se esqueça de adubar a orquídea. A frequência da adubação deve seguir a orientação do fabricante do insumo. O tipo solúvel, por exemplo, pede uma adubação a cada 15 dias. “A orquídea precisa de nutrientes. A adubação da terra é um complemento para ela conseguir florir mais rápido”, explica Elza Kawagoe.

5. Se observar que a planta não está sadia (com manchinhas pretas), lave-a com água e sabão de coco, enxague bem e jogue um pouco de canela em pó por cima. “Funciona como um antibiótico natural que ajuda a combater algumas bactérias”, afirma a especialista.

Serviço:
12ª Expoverão 2011

Data: 02, 03 e 04 de dezembro, das 9h às 19h
Local: Estacionamento da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa (Rua Galvão Bueno, 540, Liberdade - próximo ao metrô São Joaquim) - São Paulo
Entrada: gratuita
Aula gratuita de cultivo de orquídeas: diariamente, às 10h, 14h e 16h.
Informações: (11) 3207-5703

Siga o iG Delas pelo Twiiter e fique por dentro das novidades em Decoração

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.