Descubra como combinar flores, plantas e seus patuás preferidos para manter o olho gordo bem longe de casa nesse começo de ano

Na criação de Corina, o musgo serve de base para o alho, a vela, o pote de sal grosso, os calanchoês e a arruda, ao fundo
Eduardo Cesar / Fotoarena
Na criação de Corina, o musgo serve de base para o alho, a vela, o pote de sal grosso, os calanchoês e a arruda, ao fundo
Você já cozinhou a lentilha, comprou as uvas e, se estiver na praia, treinou bastante para pular as sete ondinhas. Agora é hora de garantir a presença de alguns elementos de sorte ou contra mau-olhado também em casa. E para não destoar da decoração, que tal valer-se das plantas para atrair esses bons fluidos?
“A beleza das flores já é suficiente para dissipar energias negativas”, garante Monique Bourganos, da A Florista. O sucesso depende da localização. O ideal é mantê-las nas portas de acesso, como a entrada principal, e nas áreas de convívio social. “As plantas – como o lírio-da-paz e lança-de-Ogum - devem estar do lado de fora e onde as pessoas mais circulam ou ficam”, orienta a florista Sandra Françoso.

Uma das combinações mais tradicionais para a época é o vaso de sete ervas, composto por alecrim, arruda, comigo-ninguém-pode, espada-de-São-Jorge, guiné, manjericão e pimenta. “Mas esses elementos podem ser associados a outras espécies, inclusive flores, e não precisam aparecer necessariamente todos juntos”, diz a florista Corina Wai.

Além dessas, outras opções também conhecidas por repelir o mau-agouro causam um ótimo impacto. “Arnica, arruda, louro, folha de limão, flor de camomila e alho são alguns exemplos”, conta Monique.

Na hora de escolher as flores faça a composição com base nas espécies e cores que mais lhe agradam. “Não há um exemplar específico. Dê preferência àquelas que mais combinam com as ervas ou outras plantas e seus patuás prediletos”, afirma Corina.

Quem deseja inovar, pode optar por folhas de manga e girassóis. “Os indianos consideram a folhagem da fruta um símbolo de prosperidade, mesmo significado que a flor tem para os gregos”, explica Monique.

O sal grosso, um dos mais conhecidos para afastar o olho gordo, não pode faltar na receita. Mas como misturá-lo às plantas sem que elas ressequem? Basta usar um cachepô maior para colocar os cristais e depois inserir potes menores, que ficarão disfarçados no arranjo, com água.

Outra forma de driblar a situação é optar por elementos separados. “É possível colocar uma flor em um vaso, outra espécie em outro e o sal destacado, apesar de isolados, formam um conjunto”, afirma Corina.

Serviço:

A Florista
Tel: (11) 9759-3072

Corina Wai
Tel: (11) 9115-7303

Sandra Françoso
Tel: (11) 2601-2962 / 8141-7554

Uemura Flores e Plantas
Avenida Engenheiro Roberto Zuccolo, 284
Tel: (11) 3641-7940


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.