Especialista dá algumas dicas de como fazer a adubação de maneira correta e ensina como reconhecer quando a planta precisa de cuidados

Se a sua planta está com as folhas amareladas, pode ser sinal de que alguma coisa não vai bem para ela. Esse é o principal sinal indicador de que está faltando algum componente no solo onde ela está plantada. São vários tipos de mancha, e cada um indica a falta de um componente, como nitrogênio, fósforo ou potássio.

Assim como nós, quando as plantas estão debilitadas, sua resistência baixa e elas ficam mais suscetíveis a serem atacadas por fungos e ficarem doentes. Por isso, é importante realizar a adubação periodicamente, a cada 30 dias (no caso de adubo sólido) ou a cada 20 dias (no caso de adubo líquido).

Algumas plantas são mais propensas a carência de nutrientes, principalmente as de clima tropical, que na natureza teriam uma enorme quantidade de alimento. Já as plantas de clima árido, mais rústicas, como os cactos, por exemplo, podem ficar em solos com menos nutrientes sem problemas.

Para realizar a adubação de maneira correta, é importante seguir alguns cuidados, como ensina o agrônomo Fabio de Godoy, do Uemura Flores e Plantas. Segundo ele, o adubo NPK 10-10-10 é indicado para folhagens, enquanto NPK 4-14-08 é indicado para floração e frutificação.

Na hora de medir a quantidade certa de adubo para a planta você pode usar a própria colher de medição que vem na embalagem, que equivalem a colheres de sopa. Atenção às medidas:

- Para plantas de até 15 cm de diâmetro ¿ 1 colher de sopa
- Para plantas com 15 cm a 25 cm de diâmetro ¿ 2 colheres de sopa
- Para plantas com mais de 25 cm de diâmetro ¿ 3 a 5 colheres de sopa


Veja na galeria o passo-a-passo com todas as dicas!


Leia mais sobre: adubação


Agradecimento:
Uemura Flores e Plantas -
www.uemurafloreseplantas.com.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.