Especialistas respondem dúvidas sobre o cultivo da planta e mostram como trocá-la de vaso e adubar

Ter sucesso no cultivo de orquídeas é algo que exige paciência e muita dedicação. Afinal, existem espécies, as cattleyas , por exemplo, que florescem apenas uma vez ao ano e podem ter o ciclo interrompido se houver descuido durante o plantio. Aspectos como a quantidade de luz, rega e adubo devem ser controlados rigorosamente, sempre pensando no melhor para cada espécie. Buscamos a ajuda do  orquidófilo  Marcos Campaccie e da engenheira agrônoma do Shopping Garden, Angela Rossi, para tirar todas as dúvidas sobre o assunto. Veja a entrevista a seguir.

Leia também: Veja como plantar orquídeas em árvores

E quem gosta de orquídeas pode também conferir a VIII edição da Mostra de Orquídeas e Bromélias, realizada no Shopping Garden Sul, em São Paulo. O evento abre hoje (10), termina no dia 13, e conta com a presença de mais de 400 orquídeas em exposição. Os visitantes ainda têm a oportunidade de comprar plantas e tirar dúvidas sobre cultivo durante as palestras realizadas no dia 12 e 13.

iG: Tenho uma orquídea há mais de um ano e meio, porém, nunca vi uma flor sequer. O que pode estar acontecendo?
Resposta: Tudo depende d a espécie . Caso a planta seja do grupo das monopodiais ( vandas, vanillas e phalaenopsis ), que florescem mais de uma vez por ano, o problema pode ser a iluminação. Tais espécies necessitam de alta incidência de luz para florescer. Mas outros aspectos também precisam ser observados. Cuide para que as plantas estejam protegidas do vento e sejam regadas da melhor forma. A rega precisa acontecer, em média, uma vez por semana e, se o tempo estiver muito quente, é preciso molhar as folhas.

iG: É obrigatório mudar a orquídea de vaso com o passar do tempo? Quando é a hora certa?
Resposta: Só há necessidade de trocar a planta de vaso quando as raízes estiverem muito grandes para o recipiente. Do contrário, não há problema algum. Lembre-se apenas que a melhor época para fazer a mudança é no período sem flores . Além disso, é preciso estar atento à quantidade de água nos diferentes tipos de vaso. Recipientes plásticos retêm a água por mais tempo, desse modo, é fundamental equilibrar a quantidade de regas e evitar que a planta fique encharcada.

iG: Como devo usar o adubo? Nas raízes ou folhas das orquídeas?
Resposta: Essas plantas assimilam muito mais o adubo quando colocado nas raízes, apesar de tudo depender do tipo de produto. Existem adubos orgânicos que funcionam melhor sendo deixados no canto do vaso, enquanto os químicos devem ser diluídos em água e aplicados em toda a planta. E o ideal é adubar pelo menos uma vez a cada 20 dias para não ter orquídeas desnutridas.


Serviço:

VIII – Mostra de Orquídeas e Bromélias

Data: De 10 a 13 de Abril
Onde: Shopping Garden Sul
Endereço: Av. dos Bandeirantes, 5900
Telefone: (11) 5591-5555
Horário: das 8:00 às 19:00

Saiba mais:

85 maneiras de decorar a casa com flores

Como cuidar de cactos e suculentas

Conheça a exótica rosa-do-deserto


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.