Dormideira, planta-pedra e lírio-aranha são algumas das espécies pouco usuais que se destacam na paisagem. Conheça

Com formatos e cores diferenciadas, as plantas exóticas se destacam na natureza por, algumas vezes, nem parecerem plantas. De origens diversas, muitas delas podem ser encontradas no Brasil, caso da planta-pedra e da dormideira (Mimosa pudica), também conhecida como dorme-dorme. 

Confira a galeria de fotos abaixo:

Nativa de regiões tropicais, ela retrai as folhas quando é tocada ou exposta ao calor, evitando perdas excessivas de água. Outra espécie inusitada é o lírio-aranha (Hymenocallis littoralis), de origem indiana, que tem perfume adocicado e deve ser cultivada em pleno sol.

Mas ao contrário do que se costuma pensar, o termo "exótico" não é sinônimo de espécies com estruturas morfológicas incomuns ou características pitorescas. “Exótico é tudo que têm origem fora do território nacional”, diz Armando Salvador, engenheiro agrônomo e paisagista da Plantare. O que poderia facilmente incluir as usuais dama-da-noite e bromélia nesse grupo.  

Leia mais:

Plantas: os erros mais comuns na hora de cuidar do jardim ,

Conheça a exótica rosa-do-deserto

Que estilo de cozinha combina com você?

Consultoria:

Marizeth Estrela, paisagista

Paula Magaldi, paisagista

Thalita Vitachi, bióloga paisagista

Shopping Garden


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.