Observar as características das espécies ajuda a evitar gafes como mandar flores de perfumes intensos a pessoas alérgicas

Receber flores é algo que agrada a maioria das mulheres. Acertar na escolha, entretanto, requer uma boa dose de paciência durante a compra. O dilema surge quando, por exemplo, a pessoa a ser presenteada tem alergias ou acaba de dar à luz. Nestes casos, não é interessante presentear com flores que espalham pólens pelo ar (como margaridas-do-campo e copos-de-leite), pois darão início a crises e possíveis irritações nos olhos.

Veja uma galeria com 18 opções de flores e decida qual espécie é ideal para dar de presente:

Flores com perfumes intensos também podem ser uma ameaça aos alérgicos. Diante disso, lírios brancos, narcisos e cravos devem ficar longe do quadro de opções, ao contrário de espécies sem fragrâncias como anastasias e crisântemos, que representam a saída mais indicada. “Além disso, plantas venenosas – como o bico-de-papagaio, tulipa e azaleia – são perigosas em locais que tenham crianças e animais por perto”, afirma Marcos Brancher, paisagista e diretor da MBFlores.

Quanto aos idosos, o ideal é presenteá-los com espécies que não exijam grandes cuidados para serem mantidas. Neste perfil, as orquídeas e os antúrios atendem às exigências, já que precisam somente de boa luminosidade, temperaturas amenas e regas periódicas. Do mesmo modo, as bromélias são bastante resistentes, pedindo sol pleno (ou meia sombra) e irrigações moderadas.

Já quem pensa em dar um bonito arranjo deverá ter em mente a durabilidade dos botões, que, em flores de corte, é bastante reduzida. Entre as espécies que duram mais tempo em vaso estão o copo-de-leite, as estrelícias, as astromélias, os cravos, as rosas, as helicôneas e os lisiantos. “Comprar arranjos com plantas de uma só espécie é interessante, pois exigirá cuidados iguais”, diz Fred Barbour, paisagista e proprietário da Filiz Flores.

Como cuidar

Astromélias são espécies que têm o período de floração mais duradouro
Divulgação
Astromélias são espécies que têm o período de floração mais duradouro

Para flores já cortadas , o essencial é trocar a água do vaso todos os dias, não deixá-las expostas diretamente ao sol ou na direção do ar condicionado. Também é importante cortar cerca de três centímetros do caule diariamente, sempre na diagonal, permitindo que a água alcance as flores com mais facilidade.

Leia também:  Veja como plantar orquídeas em árvores

Alguns cuidados, no entanto, devem ser tomados de acordo com a espécie – lírios sobrevivem mais quando têm suas anteras (partes que contém o pólen) retiradas e as tulipas quando pedras de gelo são colocadas na água do vaso. “Ao presentear com arranjos, nada melhor do que mesclar flores abertas e botões fechados que duram mais”, Mirelly Vieira de Morais, sócia proprietária da Verbena Flores.

Já para as flores plantadas a situação é bastante diferente. Com maior durabilidade, elas chegam a se manter floridas por até três meses. Bromélias, begônias, cúrcumas e orquídeas (das espécies cymbidium e dendrobium) são exemplos de plantas com período de floração mais expressivo. Entre os cuidados para mantê-las saudáveis por mais tempo, o melhor é replantar o quanto antes (de preferência em um vaso duas vezes maior) e retirar pétalas e folhas que comecem a morrer.

Saiba mais:

Plantas de fácil cultivo para quem não tem muito tempo livre

Marcelo Faisal dá dicas para deixar seu jardim mais bonito

Você sabe cuidar do jardim?

Serviço:

Filiz Flores
Rua Apinajés 440 – Perdizes, SP
Telefone: (11) 99961-4654

MbFlores
Telefone: (11) 3745-1130

Verbena Flores
Avenida Magalhães de Castro, 12000 - Morumbi, São Paulo - Shopping Cidade Jardim – 3º piso
Telefone: (11) 3889-8832


Siga o iG Delas pelo Twitter e assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.