Espaço projetado por Fernanda Coifman e Maria Fernanda Corrêa valoriza a importância das especiarias

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508132807&_c_=MiGComponente_C


Acordo Ortográfico


Quando a gente pensou em especiarias, a primeira idéia que nos veio a cabeça foi lá trás, na época do descobrimento, quando as especiarias eram trocadas por ouro, disse a arquiteta Maria Fernanda Corrêa que, em parceria com Fernanda Coifman, projetou o espaço Ervas, com especiarias e temperos que podem ser adquiridos pelos visitantes do Casa Boa Mesa.

Eladio Machado


Os detalhes de todo o ambiente tendem para um tom dourado, que passa a idéia do valor que os produtos têm. Na gastronomia, essas especiarias continuam valendo ouro. Foi essa idéia que quisemos trazer para esse espaço, o tempero com o valor que ele realmente tem, explicou Maria Fernanda.

Eladio Machado


Outra tendência forte no ambiente é a mistura do clássico com o moderno, já que o espaço conta com um sistema de alta tecnologia que permite ao visitante dar o comando de voz com o produto que deseja conhecer e imediatamente ter as informações referentes em um monitor. Além de ajudar o público, podemos mostrar o que a tecnologia pode nos ajudar. Na tela, é possível ver cor, textura, procedência e para que serve cada produto, explicou a arquiteta.


Leia mais sobre: Casa Boa Mesa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.