Depois de expor na Semana de Design de Milão, Oferenda Objetos cria linha em crochê para Tok&Stok

Resíduos têxteis, fibras de PET e até filtro de ar já viraram arte nas mãos da designer Diane Johann e da arquiteta Nicole Tomazi Verdi. Sócias da empresa gaúcha Oferenda Objetos , que existe há três anos, elas se especializaram em trabalhar com produtos reciclados e de forma sustentável, valorizando a mão-de-obra de artesãs de comunidades carentes.

“A capacitação da mão-de-obra em todo o mundo está acabando com o preconceito contra a produção artesanal no segmento de alto padrão”, afirma Diane.

Prova disso foi o sucesso obtido pelo sofá Minuano, feito com favos-de-mel utilizados na produção de bombachas - vestimenta típica do Rio Grande do Sul -, exposto durante a última edição do Salão de Móveis de Milão. Na mesma mostra, marcas respeitadas e lançadoras de tendências no mundo do design, como Moroso e B&B Italia , também apresentaram peças com toques artesanais.

De olho no movimento, a rede Tok&Stok decidiu encomendar à dupla uma linha de objetos únicos, que combinassem o charme do trabalho artesanal à importância do conceito de sustentabilidade. Surgia assim a linha Crocheteira, composta por almofada, sousplat e flor decorativa – todos feitos a partir de restos de tecidos provenientes de confecções de moda.

“O primeiro pedido foi de 1.200 peças, uma demanda bem maior do que estávamos acostumadas, o que nos fez ir atrás de novos grupos de artesãos”, afirma Diane, que acompanha de perto o trabalho intenso feito nas comunidades.

“Passamos os protótipos das peças e fornecemos todo o material.” Como o pagamento é feito por entrega, as próprias artesãs se esforçam para produzir em ritmo acelerado. O esforço já rendeu frutos e muitas já conseguiram adquirir seu próprio equipamento (máquinas industriais de corte e de costura), garantindo inclusive novos trabalhos.

“Acreditamos que gerando renda ajudamos de forma muito mais completa quem tem necessidade. Estimulamos a confiança, a alegria e a responsabilidade, transformações que duram para sempre nas famílias envolvidas”, afirma a dupla.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.