Luminárias do designer inglês fazem sucesso entre decoradores da Casa Cor SP

selo

Entre tantos designers voltados à iluminação, o trabalho do inglês Tom Dixon foi o que mais conquistou os decoradores brasileiros neste estação. Prova disso é a presença de diversas peças com sua assinatura espalhadas pela Casa Cor São Paulo.

“Ele é um designer que, para mim, é um ícone e vai muito ao encontro do meu trabalho”, afirma o designer de interiores Francisco Cálio. Em seu loft do artista, Cálio usou não só uma luminária toda em inox, como também a link easy chair de Dixon. “Ele tem um toque retro refinado que as pessoas gostam”, diz Cálio.

Quem também se rendeu ao design do britânico foi Leonardo Junqueira. Para compor o clima de prazer tátil e estético no Loft do Jovem Investidor dois modelos de Dixon foram incorporados na sala de estar. “As luminárias dele têm um apelo cultural. São inusitadas e, ao mesmo tempo, discretas, quando preciso”, analisa Junqueira.

Mas o alto design também pode estar em locais onde não costuma aparecer. No Loft da Executiva, por exemplo, Denise Barreto também usou as peças de Tom Dixon para decorar a copa. As luminárias Beat, inspiradas em panelas de latão tradicionais da Índia, são usadas em conjunto sobre a mesa de jantar, exatamente como o designer costuma fazer em suas instalações.

Ainda na cozinha, Marília Brunetti de Campos Veiga também optou por lustres da linha Pressed Glass Light Tube para ficar sobre a mesa do Loft do Cineasta consagrado. Com apelo retrô, as pequenas luminárias de vidro criam clima mais intimista graças a sua luz difusa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.