Saiba como dar novos ares ao móvel mais disputado da casa sem gastar muito

O sofá está velhinho e sem graça? Será que chegou a hora de trocá-lo ou apenas uma boa reforma – ou alguns truques de decoração , como capas e tecidos sobrepostos – são suficientes e mais em conta para dar vida nova a este que costuma ser o centro das atenções na sala?

Leia também: Sofás para se esparramar

Reforma é possível quando estrutura e espumam do sofá estiverem preservadas
Divulgação
Reforma é possível quando estrutura e espumam do sofá estiverem preservadas
“Se a estrutura e a espumam estiverem preservadas é possível reformar , o custo será bem menor do que o de um novo, e você ainda terá um móvel personalizado”, afirma Fabiana Ferré, designer de interiores do Studio 910. No entanto, a saída só dará certo se a parte interna estiver realmente em boas condições. “De nada adianta se ela estiver comprometida, com cupins, madeira empenada, molas ou espumas velhas ou partes quebradas”, alerta Viviane Lucas Artacho, da Artachos Tapeçaria.

Nessas horas, pontos para os móveis antigos. “Não se fazem mais sofás como antigamente. Hoje, a maioria dos fabricantes não usam molas ou percintas de couro, é tudo de papel ou MDF. Temos de preservar o que é bom e bonito”, comenta Joana Mendes, da loja Lá Na Ladeira, que vende peças repaginadas.

Ao optar pela repaginação – alternativa ecológica, diga-se de passagem –, nada melhor do que procurar por profissionais especializados. “Um estofador que também é restaurador é sempre o mais recomendado”, alerta Joana.

Saiba mais: Transforme a sala com criatividade

Há uma infinidade de tecidos que podem ser usados nessa etapa. Chenile, sarja, veludo e couro são os mais procurados por apresentarem maior resistência. Outras texturas mais delicadas, como a seda, também podem ser escolhidas, desde que você não tenha animais ou crianças em casa. Algodão, linho e até jeans também caem bem em qualquer ambiente. “São perfeitas para espaços descolados”, ressalta Fabiana.

Depois de eleger o tecido ideal e o tapeceiro de confiança, basta aproveitar o sofá novinho. “Não se desfaçam de suas relíquias. Um sofá antigo tem um potencial incrível”, afirma a Joana.

Capa: solução rápida e econômica

Encomendar uma capa para o modelo é uma boa ideia, mas nem sempre a melhor opção. “É bem legal. Mas se o sofá precisar mesmo de uma reforma, ela só irá deixá-lo mais bonito e não ficará confortável. Será bom de olhar, mas não de sentar”, explica Joana. Se há crianças ou animais de estimação em casa, vale investir em uma. “É versátil – permite a renovação da decoração sempre que quiser – e prática (é possível lavá-la com facilidade)”, ressalta Fabiana.

Porém, como em todos os casos, é fundamental procurar profissionais com experiência para desenvolvê-la. “Ela deve ter qualidade e ser feita com tecido pré-encolhido, que não vai se modificar nas lavagens. Se tudo for realizado da maneira correta, não irá parecer uma capa, pois se assentará perfeitamente”, diz a designer de interiores. O valor médio para fazer uma, de acordo com Joana, é de R$ 700 (dois lugares) e R$ 900 (três lugares).

Procure profissionais especializados para o trabalho. Veja na lista:

Artachos Tapeçaria
Telefone: (11) 3983-1464

Ateliê do Sofá
Telefone.: (31) 3452-6168

Lá na Ladeira
Telefone: (21) 4141-9157

Tapeçaria Caravelas
Telefone: (11) 5549 4289

Tapeçaria Incanto
Telefone: (11) 2052-4911

Tapeceiro Euzeli
Telefone: (21) 9988-2526

Tapeceiro Evanildo
Telefone: (21) 9764-6588

Vitória estofados
Telefone: (11) 5506 2502

Serviço:

Fabiana Ferré e Laura Sturari Missfeld – Studio 910
Telefone: (11) 8730-0222 / 9970.7047


Acompanhe mais notícias de decoração no Twitter do Delas



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.