Esclarecemos suas dúvidas e listamos os prós e os contras de cada tipo

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508153657&_c_=MiGComponente_C

Dúvidas com relação a pisos laminados são muito frequentes, mesmo entre os profissionais ligados à área da construção civil. A primeira dúvida a ser esclarecida é a respeito dos pisos de madeira existentes no mercado. Existem os pisos laminados e os de madeira natural.

Pisos laminados

O piso laminado de alta pressão é fabricado a partir da impregnação do papel em resinas fenólicas e melamínicas, prensadas em alta pressão e temperatura, obtendo-se um corpo único, como a fórmica. Este tipo de piso é colado diretamente na base/ piso com adesivo de contato.

Já o piso laminado flutuante, de alta resistência, tem as mesmas propriedades e características dos pisos laminados de alta pressão, porém são aplicados sobre a base como um tapete, por isso é chamado flutuante. As réguas ou placas são coladas umas nas outras, mas não no chão. Flavia Vibiano, gerente de marketing da Eucatex, listou os prós e contras desse tipo de piso.

Prós

Divulgação/Clélia Regina Angelo

São confeccionados com tecnologia e características de resistência a impacto, riscos, manchas, brasa de cigarros, entre outros. Possuem design variado. Não há necessidade de outras colas ou adesivos, eles só precisam ser encaixados e podem ser instalados em quase qualquer tipo de sub-pavimento. Têm preço acessível e requerem menos mão-de-obra, pois não envolvem quebra-quebra e remoção de entulho.

O tempo de instalação é bem menor - até 40 metros quadrados num único dia, permitindo que o ambiente seja utilizado até 24 horas depois da conclusão dos trabalhos ou imediatamente após a instalação. Além disso, são hipoalergênicos. São mais resistentes a arranhões, umidade, sol, e mais fáceis de limpar e manter do que madeira natural.

Contras

A instalação não é permitida em áreas úmidas ou aquelas que tenham qualquer contato com áreas desse tipo, por exemplo, cozinhas e banheiros. Também não se pode instalar os pisos sobre áreas com condições inadequadas, ou seja, isento de areia, irregularidades acima de 3 mm, poeira, sujeira e umidade. Não podem ser polidos.

Pisos de madeira natural

Divulgação/Clélia Regina Angelo

Os pisos de madeira natural incluem os carpetes de madeira, o substrato de compensado, o revestido com lâmina de madeira natural e também os assoalhos e tacos. São feitos a partir de ripas de madeira natural, tábuas e assoalhos, parafusadas no contrapiso ou coladas com colas asfálticas, como os tacos. Emerson Lopes, consultor técnico da Assoalhos São Paulo, listou os prós e contras desses tipos de pisos.

Prós

Agregam valor ao imóvel por serem revestimentos de primeira linha. Aceitam a aplicação de diversos tipos de resinas de proteção, podendo assumir acabamento brilhante, acetinado ou fosco, de acordo com a preferência do morador. Aceitam reformas ao longo de décadas de uso, e o custo da reforma não é alto (varia de R$ 20 a R$ 45 por m²), podendo ser feita a cada oito anos.

O piso de assoalho pode ser instalado em composição com outros acabamentos, como cimento queimado, porcelanato, granito e mármore. São de fácil limpeza. Basta varrer com vassoura de pelos e passar pano úmido, dispensando a aplicação de ceras líquidas ou pastosas.

Contras

A resina de proteção e a madeira podem riscar se móveis sem feltros forem arrastados sobre o piso. Sol em excesso pode alterar o aspecto da resina de proteção. Água em excesso durante a limpeza ou por causa de um eventual vazamento hidráulico pode empenar as peças do piso.

A calafetação (massa que preenche o espaço entre uma peça e outra) pode soltar devido a movimentos naturais (contração e dilatação) da madeira. Não é a melhor opção para áreas molhadas e gordurosas, como banheiros e cozinhas.

A reforma demanda mão-de-obra e equipamento especializados para raspar o piso. O custo médio de instalação por metro quadrado é alto. No caso de tacos fica em torno de R$ 120 o m², o piso de assoalho sai, em média, por R$ 170 o m². É muito mais difícil de instalar e envolve fortes colas e adesivos.


Leia mais sobre: piso de madeira


Eucatex - www.eucatex.com.br
Assoalhos São Paulo -
www.assoalhossaopaulo.com.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.