Conheça os materiais que imitam matérias-primas naturais e iludem o olhar

O jogo de ilusionismo que há tempos vem invadindo o leque de opções de decoradores e arquitetos ganhou novo capítulo nesta edição do Casa Cor Trio, em São Paulo. Ali, é preciso checar com atenção qual o verdadeiro material usado em acabamentos, pisos, paredes e até estofados. Afinal, nem tudo que parece é.

Um dos ambientes que mais brinca com o olhar desavisado é a Cozinha e Lounge do Chef, criado por Fernanda Marques . Logo na entrada, um painel iluminado com a estampa de uma estante com pratos e objetos culinários dá uma prévia sobre as intenções da arquiteta. 

"Quis brincar com a ilusão de óptica, tanto que estendi a ideia para outros materiais, diz. Caso do piso de PVC (modelo Angelim da linha Ambienta, da Tarkett Fademac ), que reproduz fielmente madeira, com a vantagem de não riscar, dilatar ou empenar, além de oferece conforto térmico e acústico.

Mas o que realmente surpreende é descobrir que as poltronas e banquetas que de longe parecem toras de madeia são, na verdade, peças revestidas com tecido estampado com o desenho fiel dos veios de uma árvore. O tecido, criado por Fernanda, está tendo tanta repercussão que a Todeschini já avalia a possibilidade de colocá-lo no mercado.


Mercado de "ilusões" não para de crescer

Sustentabilidade, durabilidade e facilidade de manutenção são apontadas como as principais causas do crescimento desse mercado de ilusões ópticas na decoração.  

Na Breton Actual , a novidade é o Faux Bamboo, um bambu sintético feito com alumínio arredondado e com acabamento de pintura eletrostática. Utilizado na estrutura de móveis para áreas externas, o material idêntico ao bambu é resistente a intempéries e não sofre com a ação de pragas.

Segundo Paulina Morabito, responsável pelo departamento de produtos da marca, a empresa adotou o material pela preocupação com a sustentabilidade. Trata-se de uma realidade mundial e o Faux Bamboo, além de reciclável, evita o extrativismo ilegal da matéria-prima natural.

Também na área do design de mobiliário, a mesa Água assinada pelo designer Domingos Tótora , engana ao primeiro olhar. Com tampo de vidro circular, a mesa de centro tem como base três grades seixos que parecem naturais.

São feitos com papel kraft reciclado, reaproveitando embalagens de sacos de cimento, explica o artista, cujo trabalho se inspira nas formas da natureza. O móvel, que está à venda na Dpot , já recebeu diversos prêmios. Entre eles o Brazil Design Awards 2009.


Piso e parede

Quem também aposta na ideia é a Castelatto , empresa que produz revestimentos cimentícios. A linha Madeyra simula os veios de madeiras rústicas, de forma imperceptível. Além de sustentável, tem a durabilidade e resistência do concreto, o que a torna ideal para ser usada em pisos e paredes de ambientes internos e externos.

A arquiteta Tina Ansarah, que valeu-se recentemente do material ao invés de madeira de demolição, elogia. Precisava de um material de fácil conservação e manutenção para fazer o piso de uma cozinha, onde a higiene deve ser constante. Acabei optando pelo piso cimentrício por suas vantagens.


Apelo ecológico reforça a escolha

Na Lepri , os mosaicos que parecem pequenos seichos esmaltados, e as ecopastilhas e ecocerâmicas que lembram lascas de madeira antiga trazem ainda um apelo ecológico: são feitos a partir de lâmpadas fluorescentes recicladas. O material fez sucesso na cozinha assinada por Angela Tasca na última edição da Casa Cor São Paulo.

Na Antigua , a linha Casca de Coco é feita em cerâmica, com processo de fabricação artesanal. Em diferentes formatos e tons, possui textura do coco em alto e baixo relevo, o que reforça a aparência da matéria-prima natural.

Entre os papéis de parede, um dos modelos mais procurados é o que imita couro. Um deles foi escolhido pelo designer de interiores Fernando Piva para seu Apartamento de Solteiro, na última edição da Casa Cor São Paulo. A proposta era usar a textura de crocco do painel para contrastar com a cômoda colocada à frente. O resultado não poderia ter sido mais ecológico e positivo.


Serviço
Wallpaper ¿ Tel. (11) 3062-2899
Tina Ansarah ¿ Tel. (11) 3068-0085
Angela Tasca ¿ Tel. (11) 4224-3357

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.