Conheça algumas das peças que mais chamaram atenção durante o maior evento de design do mundo

A natureza foi a grande inspiração do Salão do Móvel de Milão neste ano. De Philippe Starck a Gaetano Pesce, Campanas e Ferruccio Lavianni, quase todos os grandes designers e marcas passaram de alguma forma pelo tema. Seja em desenhos orgânicos ou com o uso de matérias-primas ecológicas.


Em parceria com diversos criativos, a Moroso foi uma das indústrias que mais apresentaram novidades nessa seara. Na Wood Chair, das designers do escritório Front, a madeira ganha formas esféricas para compor uma capa instigante e confortável, que muito lembra as mantas massageadoras há muito usadas pelos taxistas em São Paulo. Na Memory, de Tokujin Yoshioka, um dos expoentes do Salão de 2009, é o alumínio reciclado que ganha textura macia e se molda a uma cadeira.

Na Kartel, Ferruccio Lavianni apresenta a versão final de sua luminária Bloom, apresentada no último ano como protótipo. Com delicadas flores de policarbonato recoberto com cristais, a peça é uma das mais delicadas apresentadas pela marca, que também traz a simplicidade surpreendente da linha Magic Hole, de Philippe Starck.

Releitura
Sem perder seu estilo, o designer egípcio Karim Hashid também marcou presença no Salão com a poltrona Kareames. O protótipo, criado para a oX, faz uma releitura vibrante e ainda mais cheia de curvas do festejado trabalho de Charles e Ray Eames. 

E veja também: 



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.