Eles funcionam como complemento do conforto e aconchego em casa. Entre as tendências, os grafismos e modelos que remetem à natureza são os destaques

Muitas vezes, um ambiente totalmente mobiliado ainda passa a sensação de que está faltando alguma coisa, caso não tenha um tapete no piso. Isso acontece porque é ele que dá o arremate à decoração. Sem contar o conforto sob os pés. Para falar sobre as novidades e tendências do setor, conversamos com as especialistas Francesca Alzati , da By Kamy , e Márcia Bergmann , da Avanti .

VEJA A GALERIA DE FOTOS

Francesca não utiliza o termo tendência, pois o considera limitado no mundo em que vivemos. O que existe hoje são correntes alternativas do modo de se viver. Eu prefiro falar em vivência lógica e ecológica . Ser ecológico hoje não é nada mais que estar em harmonia com você e o seu entorno. Os nossos tapetes são criados para satisfazer as exigências do consumidor, sem esquecer os nossos valores e princípios de bom design e boa produção, define.

Sobre o que está nas vitrines, a diretora de produtos da By Kamy destaca: O estilo do momento é ambíguo em relação a tamanho, cores e desenhos. Flutuamos entre grafismos étnicos , saudades de uma floresta humana, lembranças dos anos 60 e 80 e vontade de um futuro mais básico e despojado , revela.

Entre os tons, estão em evidência matizes do bege ao marrom , os mais tradicionais, além do carbono e o vermelho . E ganham espaço os tons de cinza chumbo, lilás e ameixa. O azul marinho e o verde água são opções clássicas e sempre lembradas quando se quer elegância, acrescenta Francesca.

Conforto sob os pés
Com relação à altura dos fios, com os mais baixos, de 5 a 10 mm, consegue-se maior definição dos desenhos. E com os de pelo alto, com até 70 mm, dá para brincar com um jogo de tonalidades e contraste entre opaco e brilhante.

Para Márcia Bergmann, da Avanti, há quatro tipos de perfil de consumo em tapetes:

- Os altos e com textura , com fios de 40 a 70 mm, continuam em alta , com cores neutras ou vibrantes, trabalhados com espessuras diferentes, misturando opacidade e um toque sutil de brilho.

- Os gráficos , que podem ter padronagens clássicas e espessuras intermediárias, como o fio de 10 mm, ou os orgânicos e contemporâneos, com relevos. São tapetes com personalidade, que são o foco do ambiente.

- Os artesanais, com tramas feitas a partir de matérias naturais, que oferecem ótimas opções no caso de quem prescinde das vantagens do nylon (facilidade de limpeza, antialérgico, durável, macio) e gosta mais de texturas do que de desenhos.

- E os " não-tapetes ", que são tramas bem neutras e de baixa espessura e funcionam como um complemento secundário no ambiente, utilizados apenas para dar um certo acolhimento, tirando a frieza da decoração.

Resultado de pesquisas
Sobre novas tecnologias, Francesca cita o chamado antichamas , que se caracteriza em tudo que é sintético: Quando pega fogo, ele derrete, não propagando chamas. Os produtos sintéticos também não contêm ácaros.

Mas, no caso de pelo alto, seguram uma excessiva poeira que causa alergia. Hoje existem mantas acrílicas que impedem a absorção da poeira no pelo do tapete ou carpete, facilitando a higiene na hora da aspiração.

Francesca destaca como novidade o produto Revolution, que imita as fibras naturais, mas na verdade é composto de 90% vinil e 10% poliéster, o que permite a manutenção prática e boa limpeza. Produtos como o tradicional Scotchgard, podem ser aplicados, porém têm efeito passageiro, já que apenas retardam a absorção da sujeira, explica.

Segundo Márcia Bergmann, existem diversas propriedades que foram agregadas aos tapetes e carpetes como resultado de pesquisa na indústria química e têxtil. Podemos citar, entre outras, o Solution Dyed, que permite o uso de produtos de limpeza com alvejante sem sofrer desbotamento. Além do SoSoft, selo exclusivo da Avanti para filamentos de nylon, que oferece maciez superior e passam a sensação de se caminhar nas nuvens.


Onde encontrar
By Kamy -
www.tapetes.com
Avanti - www.avantitapetes.com.br

Leia mais sobre: tapete

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.