Conheça as vantagens e desvantagens de cada opção na hora de montar um dormitório

Na hora de montar um dormitório, a dúvida surge: optar por madeira ou metal? Cada uma das opções tem suas vantagens e desvantagens. A arquiteta paulistana Beatriz Dutra diz que os de madeira são mais chiques e os de metal mais econômicos. Mas os detalhes a considerar na hora da escolha vão além disso...

VEJA A GALERIA DE FOTOS

Madeira

Beatriz explica que, atualmente, há muitas opções de madeira ou de MDF (uma espécie de compensado que já vem laminado) que tem uma durabilidade muito grande. Existe uma variedade imensa de acabamentos: vários tipos de madeira ou vários tipos de cores de pintura para escolher.

Além disso, são resistentes e exigem menos preocupação com a localização da cidade, por exemplo. Os de madeira têm a vantagem de não estarem restritos aos locais onde haja maresia. Já os produzidos em metal, não, pois não resistem muito tempo em municípios litorâneos.

A mistura dos dois

Lembre-se que nada impede de misturar os materiais na decoração, mas Beatriz dá uma dica importante para não errar. Um ambiente pode ser composto somente com móveis em madeira, porém, o contrário não vale: não fica elegante utilizar somente móveis em metal, explica ela.

É muito charmoso a mistura dos dois: escrivaninha com pés cromados e tampo em madeira, por exemplo. Ou armários em madeira com chapa de aço... Atualmente, a maioria das portas dos armários embutidos tem perfil em alumínio e o interior em madeira, comenta a arquiteta.

Metal

As peças de ferro não deixam de ser uma boa opção, pois, mais do que nunca, é preciso pensar na preservação ambiental. Segundo Beatriz, os móveis de ferro são facilmente reaproveitados. Outra vantagem da mobília de ferro é que pode ter um design mais moderno. Existe uma grande variedade nessa linha que são muito bonitos: ferro cromado, pintado, aço escovado, aço polido, alumínio e cobre, por exemplo.

Atenção redobrada

Diferentemente da madeira, a opção pelo ferro exige certa atenção a pequenos detalhes... Outra arquiteta paulistana, Renata Amaral, lembra que o metal, dependendo do acabamento, pode ficar frio para um dormitório. Camas metálicas possuem um agravante a mais: com o tempo, suas fixações cedem e começam a causar barulhos e movimento das peças, avisa.

Para ela, se for usar esse material, é preferível que opte pelos acessórios: para fixação de uma televisão, um rack, bases de cadeiras giratórias etc.... E também dá outro alerta sobre um inconveniente que o ferro pode criar. No dormitório, eu prefiro optar por peças sem brilho, para não incomodar. Podem ser pintadas ou em estado natural, mas isso depende do gosto de cada um.


Leia mais sobre: decoração de interiores

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.