Se você tem um cantinho livre, que tal aproveitá-lo para criar um espaço bem descontraído, para reunir a família e os amigos?

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508183098&_c_=MiGComponente_C

Hoje em dia, com as moradias cada vez menores, raras são as casas e apartamentos que permitem ter mais de uma sala de estar na área social. Mas quem ainda tem essa possibilidade ou mesmo um cantinho sobrando, pode aproveitar para criar um lounge, ou seja, um espaço para ficar à vontade e que estimula os moradores e seus convidados a relaxarem!

Na definição do decorador Moreno, os lounges são locais para se conversar com os amigos, tomar um vinho e ouvir música. Tem a função da descontração sem ser uma grande festa, resume. E, por menor que seja, ainda é diferente de uma saleta de TV: As saletas são impessoais, desconfortáveis e remetem à espera chatinha e sem graça. Não gosto. Prefiro lounge!

Na casa do decorador Moreno, o lounge tem um sofá bem espaçoso e com muitas almofadas, além de uma mesa, logo ao lado da cozinha

Tanto que para a decoração são utilizados sofás bem largos, até mesmo fora dos padrões, além de pufes grandes e banquetas, para aumentar o número de assentos. A ideia é acomodar todos com muito conforto. Como é um local de lazer, pode contar com um home theater ou mesmo uma TV por perto, além de um computador e uma mesa de apoio, para jogos e refeições.

Moreno acha bacana ligar o lounge à cozinha, como fez em sua própria casa. Como havia espaço, com 18 m², pude juntar os dois ambientes. Considero o local ideal, pois não há nada melhor do que unir um bom bate-papo à gastronomia, conta.

Na área social do apartamento decorado pelos arquitetos Antonio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes, há uma parte reservada a um lounge, com pufes grande, TV e computador

Para querer ficar

Quanto ao mobiliário indicado, Moreno sugere peças que contemplem o conforto e o relaxamento. Acho legal ter chaises, futons, grandes almofadas e deliciosas mantas. O profissional salienta que a iluminação deve ser indireta, item fundamental para que o cenário seja agradável. Uma boa pedida são os abajures ou a automação, que permite a adequação das luzes conforme o momento.

Para os tecidos dos móveis, as melhores opções são os que oferecem um toque confortável e macio. Já as cores são aquelas que proporcionam relaxamento, mais neutras e frias. E os objetos podem ser em pouca quantidade e com bom-humor. Já os cinzeiros.... Melhor que fiquem na varanda! Lounge não é lugar para fumar!, decreta Moreno.


Leia mais sobre: lounge


Onde encontrar
Moreno -
www.morenointeriores.com.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.