Luminária funciona com energia produzida por pedaladas

Luminária The Pedalator, criada pelo designer italiano
Divulgação
Luminária The Pedalator, criada pelo designer italiano
Queimar calorias na bicicleta ergométrica pode ser tornar um bom negócio. Além de deixar o corpo em forma, a atividade física também pode ajudar a economizar energia elétrica.

Pelo menos esta é a proposta do designer italiano Gionatta Gatto, que aproveitou a Semana de Desing de Milão para apresentar o protótipo da luminária The Pedalator.

Parte da coleção Unplugged, a luminária vem acoplada a uma bicicleta ergométrica que, a cada cinco minutos de pedaladas, garante uma hora de luz acesa.

A energia produzida durante o exercício também pode ser armazenada em uma bateria recarregável, permitindo o uso da peça mesmo quando não se sua a camisa.

Fabricada em madeira e cerâmica, a peça não usa verniz, alumínio ou qualquer outro tipo de material prejudicial à natureza.

Tendência

Um cinema na cidade de Vilnius, capital da Lituânia, valeu-se de mesmo princípio para criar uma sessão diferenciada. Nela, a imagem do filme só é projetada após o acionamento das oito bicicletas ergométricas instaladas nas laterais da sala.

Em uma troca junta, os cinéfilos atletas que se dispuserem a produzir a energia que será usada pelo projetor não pagarão ingresso. A princípio, o evento deverá ocorrer apenas uma vez por semana.

Já no hotel Crowne Plaza Copenhagen Towers, na Dinamarca, a ideia de usar a energia produzida pelas pedaladas deve durar pelo menos um ano. Desde abril duas bicicletas ergométricas acopladas a geradores podem ser usadas pelos hóspedes que quiserem se exercitar por uma boa causa.

Aqueles que gerarem 10 watts de eletricidade, ou mais, por hora, ainda ganha uma refeição de cerca de US$ 40 de presente. Se a iniciativa der certo, a rede poderá estendê-la a outras unidades.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.