Com design arrojado e apelo ecológico, móveis feitos com fibras naturais ganham status de luxo

Com a crescente valorização das matérias-primas naturais, o mobiliário feito com fibras vem ganhando cada vez mais espaço nos projetos de decoração e integrando-se plenamente a estilos contemporâneos e urbanos.

Antes restritos às varandas e casas de praia, esses móveis já não pertencem mais apenas ao universo rústico. Ao contrário, fazem bonito junto a peças com estrutura de metal cromado, pisos de mármore e estofados com tecidos sofisticados.

Sustentável e economicamente viável, a utilização das fibras naturais na decoração garante um toque exótico, aconchegante e descontraído, que muitas vezes conseguindo suavizar ambientes excessivamente sóbrios. Seja em tecidos, tapetes ou na produção de móveis, as fibras naturais são extremamente confortáveis, diz José Armando Cerello, diretor da loja que leva seu sobrenome.

Adepta desse tipo de mobiliário em grande parte de seus projetos, a designer de interiores Neca Abrantes conta que os fabricantes mais renomados oferecem produtos da mais alta qualidade: As fibras são submetidas a processos anti-pragas e ainda recebem um verniz para impermeabilização antes de serem trançadas, revela.

Assim, se tempos atrás havia certa preocupação com a durabilidade desses móveis, isso já não é mais problema. Porém, as peças feitas com fibras naturais realmente não resistem à chuva e muita umidade. Mas podem suportar alguns respingos dágua.

Portanto, nada de colocá-las no jardim ou perto da piscina. O mais adequado são varandas cobertas e ambientes internos mesmo. As fibras naturais podem revestir desde a bancada do lavabo até os sofás do living, afirma Neca.

Veja galeria de produtos de fibra natural.

Veja mais sobre móveis com fibra natural .



Onde encontrar:
Neca Abrantes ¿ Tel. (11) 3063-5200
Tok & Stok
Etna
Amazônia Fibras Naturais
Reserva Pessoal 
Bali Express
Casa Fortaleza Vitrine 
A Especialista - Tel (11) 3043-9142
Breton Actual
Armando Cerello

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.