Uma opção cada vez mais comum é utilizar azulejos ou pastilhas apenas nas áreas molhadas

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508185974&_c_=MiGComponente_C

O que até algum tempo atrás poderia ser apenas uma solução econômica na hora de reformar o banheiro e a cozinha, hoje virou tendência. A arquiteta Márcia Gullo, por exemplo, quando comprou seu apartamento, 15 anos atrás, quis dar uma nova cara aos seus banheiros e, para isso, optou por uma alternativa acessível, mas cheia de estilo.

Acertou em cheio quando decidiu revestir com pequenos azulejos brancos apenas o piso e a área do box, até a altura da janela. O restante, pintei com tinta látex acrílica branca. De lá pra cá, venho fazendo a manutenção a cada três ou quatro anos, aplicando nova demão de tinta.

Na época, foi uma maneira de renovar o banheiro a baixo custo, mas no final Marcia acabou gostando do resultado. Ficou legal, então resolvi manter dessa forma até hoje, conta.

Dicas e cuidados

Segundo a arquiteta Clarice Ando, quem pretende reformar cozinha, banheiro ou lavanderia dessa forma deve, em primeiro lugar, definir quais serão as áreas molhadas. São locais que devem ser protegidos por algum revestimento, como azulejos e pastilhas. Caso da área do box, da banheira e da parede da pia.

Nas demais, Clarice aconselha a preparar a superfície para receber pintura tipo epóxi, que garante maior durabilidade e oferece maior resistência a vapor e à umidade. E, por prevenção, convém aplicar produtos antimofo tanto nas paredes, como no teto.

No projeto de Clélia Regina Ângelo, apenas o box foi revestido com pastilhas

O arquiteto Roni Martins lembra que nas cozinhas, os azulejos ou as pastilhas também devem ser colocados na área do fogão e da coifa para facilitar a limpeza e a conservação no dia-a-dia.

Maior economia

Para reduzir ainda mais as despesas com revestimentos, Roni sugere pintar as áreas das paredes que vão receber armários. Não é preciso colocar azulejos atrás deles! Sobre a bancada da pia, instala-se o revestimento apenas até a altura da parte inferior dos móveis.

Outra dica é subir o frontão (de mármore, granito ou aço inox) da pia até chegar no armário, dispensando os azulejos. No banheiro, pode-se subir o frontão do lavatório também até o armário. Além de eliminar os azulejos, ainda dá um aspecto moderno e agradável, garante Roni.

Clarice explica que essa tendência é cada vez mais forte porque, hoje em dia, muitas pessoas já não gostam mais de ver o ambiente inteiramente revestido, além de ser uma forma de personalizar o espaço. Outro motivo é, de fato, a economia de material, a mão-de-obra e o tempo gasto na reforma. O custo pode ser reduzido em até 30%, dependendo do revestimento escolhido, afirma o arquiteto.

Roni lembra ainda que a facilidade e a rapidez para a troca da cor das paredes pintadas é outro atrativo, em especial para quem gosta de renovar o visual da casa com maior frequência.


Consultoria
Márcia Gullo -
www.ilhaarquitetura.com.br
Clarice M. Ando - Tel. (11) 3439.3023, Santo André, SP   
Roni Martins ¿ Tel. (11) 9949.6105


Leia mais sobre: azulejos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.