Se você está entre as pessoas que precisam ter um escritório em casa, veja o que diz o arquiteto Leonardo Junqueira sobre o local adequado e a escolha acertada de móveis

Tendência cada vez mais forte, a opção de trabalhar em casa vem conquistando, a cada dia, um número maior de profissionais. Os motivos são diversos, mas entre eles se destacam a economia de tempo no trânsito, especialmente nas grandes cidades. Fora isso, é comum a necessidade de se estar mais perto da rotina doméstica.

VEJA A GALERIA DE FOTOS

Razões não faltam para levar as pessoas a criar um home office . No entanto, o espaço deve ser bem planejado, para que o dia-a-dia da casa não atropele o rendimento e a concentração no trabalho.

Segundo o arquiteto Leonardo Junqueira, de São Paulo, a opção mais comum é destinar ao home office um ambiente que também sirva como quarto de hóspedes . Mas existem outras possibilidades, como uma área de passagem mais larga, que atenda bem às necessidades de espaço do usuário, indica.

Na verdade, cada um acaba encontrando o melhor canto, mesmo que seja no próprio dormitório ¿ o que não é muito agradável para quem passa todos os dias em casa trabalhando, porque dá a impressão de passar 24 horas no mesmo lugar!

Outra possibilidade é instalar o escritório em uma bancada no living ou home theater, desde que a casa fique vazia na maior parte do dia, se não fica difícil fazer o trabalho render com os demais moradores andando ao redor, vendo TV, conversando e ouvindo música. O melhor mesmo, nesse caso, é ter um canto reservado, só seu. Mesmo que seja pequeno.

Alternativas práticas
Quem apostou em um home office na sala de jantar foi a jornalista Beatriz Fridman. Não havia outra opção. Então, troquei a mesa de jantar por uma de formato redondo, com diâmetro pequeno, de pouco mais de 1 m, e com cadeiras bem delicadas. Assim, sobrou espaço para colocar uma bancada ao longo das paredes, em L. Como minha família passa o dia fora, tenho tranquilidade para trabalhar, conta.

Já a corretora de imóveis Yael Toth deu dupla função à área de distribuição dos quartos de seu apartamento. Com cerca de 3 x 3 m, instalou ali a saleta de TV e o home Office, juntos. Foi preciso apenas um sofá e, em frente, um painel na parede para a TV de plasma e, abaixo, a bancada do computador. Como os filhos passam o dia todo na escola, Yael tem privacidade para realizar seu trabalho. Foi a melhor alternativa, pois no meu próprio quarto já fica o home office do meu marido, explica.

A seguir, anote as dicas do arquiteto Leonardo Junqueira
- A área mínima de um home office deve ser de 2 m de comprimento por 60 cm de largura, para a instalação do mobiliário, e mais 90 cm para a circulação.

- Os móveis necessários variam a cada caso, mas o básico é uma bancada para apoio do computador e impressora e mais alguns espaços para gavetas.

- Quanto às cores, o arquiteto sugere as mais claras, que são as de maior aceitação, assim como superfícies de fácil manutenção.

- No quesito iluminação, o arquiteto recomenda a luz indireta para o ambiente e sempre que possível uma luz localizada na área da bancada.

- A altura da mesa, ou bancada, deve ser de cerca de 76 cm.

- A melhor localização da mesa em relação à janela é aquela que permite que a luz natural entre pelo lado esquerdo de quem trabalha (se for destro).

- A cadeira ideal de um home office deve atender ao biótipo do usuário. Ou seja, deve se adequar exatamente ao seu corpo. Experimente vários modelos antes de escolher a sua.


Onde encontrar
Leonardo Junqueira:
www.leonardojunqueira.com.br
Atec Original Design: www.atecnet.com.br
Clami Design: www.clamidesign.com.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.