Macios e imponentes, os maxissofás agora são as estrelas da sala de estar

selo

Chegar em casa e relaxar no sofá se tornou rotina quase obrigatória nos dias de hoje. Daí a peça ganhar maior destaque na decoração, a ponto de se tornar ainda mais confortável, macia e espaçosa, como pode-se notar nos ambientes da Casa Cor 2010, em São Paulo.

A arquiteta Consuelo Jorge, por exemplo, que desenvolveu um modelo grande, revestido em moletom de mescla cinza para a suíte em homenagem ao ex-jogador de futebol Raí. “A tendência é o ‘sofazão’ volumoso e imponente, que veste melhor o espaço”, afirma.

O arquiteto Toninho Noronha também apostou na tendência no Loft da Designer Têxtil, onde colocou um sofá de quatro módulos, que preenche todo o espaço. “Me deu vontade de fazer algo de design puro e fui atrás do design escandinavo, dinamarquês”, revela. Em tons de cinza e azul claro, as linhas do sofá são retas e, em alguns momentos, lembram o conforto de uma cama.

Foi pensando nessa conjunção que o designer de interiores Francisco Cálio instalou no Loft do Artista Plástico um maxissofá de quase 4 m², que também serve como cama. “Tenho muitos clientes que moram fora de São Paulo e têm um apartamento aqui, onde fazem festas, reúnem os amigos. Aí, eles dormem nesse lugar e depois voltam para casa no dia seguinte”, explica Cálio. “É uma nova interpretação ao termo ‘sofá-cama’”, completa.

Até mesmo o arquiteto italiano Ugo di Pace valeu-se de um modelo gigante para trazer ainda mais conforto a seu espaço, numa prova clara de que esta não é uma tendência local.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.