Arquiteto dá algumas dicas de como você pode aproveitar melhor os espaços da sua casa ou apartamento

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508147833&_c_=MiGComponente_C

Acordo Ortográfico
Todo mundo tem mais objetos do que a própria casa pode conter, e como fazer para guardar tudo de forma organizada? O arquiteto Manolo Vilches, de São Paulo, responde a dez perguntas frequentes sobre o tema:

1- Como aproveitar melhor os espaços da casa?

Bem, como podemos perceber claramente, os preços das casas e apartamentos estão cada vez maiores, o que torna o m² cada vez mais caro, assim sendo, devemos procurar a melhor relação custo benefício no momento de comprar ou alugar imóveis.

Deve-se imaginar a área desejada e a área possível para a nova morada e fazer adequações de uso. Desta forma cada espaço deve ser muito bem planejado para ter uma função dentro de um contexto maior.

Conheço muitas pessoas que em mudança para novas casas e apartamentos ficam desesperadas, pois percebem que terão que se livrar de muitas coisas na mudança. A questão de como aproveitar os espaços da melhor forma possível só pode ser respondida de uma maneira: um bom projeto e criatividade.

2- Quais os espaços mais difíceis quando a questão é aproveitamento?

Em geral as pessoas começam seus projetos pelos armários dos dormitórios e pelo projeto da cozinha, sabem que vão gastar uma boa quantia nisso e que o tempo de execução e entrega é grande. Como esta fase é bastante antecipada ao momento da mudança, muitos detalhes são esquecidos e muitos são os lamentos futuros: "por que não pedi mais gavetas aqui" ou "poderia ter feito este armário mais profundo", e coisas do gênero.

Resta sempre uma adequação e um projeto complementar para ter certeza de que todo espaço possível foi utilizado. Mesmo assim, dadas as dimensões enxutas dos novos apartamentos fica cada vez mais difícil ousar na distribuição dos ambientes, repare que tudo fica praticamente definido pela construtora: onde irão os armários, onde irá o home theater, onde ficarão os sofás etc.

Resta ao arquiteto ou aos moradores da nova casa ousar nos materiais e acabamentos para não ter gastos extras com mudanças de pontos elétricos, antenas, TV a cabo etc.

3- O que acha dos closets sem portas?

Se houver essa possibilidade em seu projeto, use! As portas dos guarda-roupas ocupam espaço, e encarecem a marcenaria. Na produção de um closet, mesmo que pequeno, temos maior volume "armazenável" e menor gasto com a estrutura em si. Há muitas empresas que fornecem equipamentos em metal, aramados ou chapa que permitem montar um closet em horas, bem como portas de correr que resolvem o isolamento do espaço.

4- O que fazer embaixo das escadas?

Se já não houver um lavabo nesse local (costume típico dos sobrados geminados), use para criar um armário de coisas em geral (depósito), um pequeno jardim com iluminação própria ou até mesmo um santuário; fica muito interessante. Claro que tudo depende da altura e da disposição do local. Em escadas vazadas, o jardim é a melhor pedida.

5- Deve-ser abrir mão do quarto de empregada?

Quem não tem quarto de empregada sabe o quanto se sofre para guardar algumas coisas que parecem não caber em nenhum lugar da casa: mangueiras, baldes, escada, malas de viagem, caixas e embalagens as quais temos que guardar por algum tempo, ferramentas, e as coisas da própria empregada já que esta supõe-se diarista. Para os que têm um depósito na garagem fica mais fácil, mas é essencial um local na casa para guardar as nossas baguncinhas... Em geral adoro lotar o quarto de empregada de estantes, são sempre bem vindas.

6- O que fazer com os banheiros muito pequenos?

Realmente, ainda mais com as tendências de pias externas e gabinetes vazados, há pouco espaço para guardar objetos de uso corriqueiro. Até o papel higiênico sobressalente anda sumido. Mas frente à necessidade mais vale comprometer a estética e criar uma ou duas gavetas e uma portinha básica.

7- Sobre os armários de dormitório, devemos ocupar todas as paredes possíveis?

Depende de cada projeto. Há casos em que mais vale reservar um dormitório todo para closet e usá-lo com estruturas simples de araras, gavetas volantes, espelhos, banqueta do que rodear as habitações com armários e portas e ter a impressão de que se está dormindo em uma cripta.

8- E as cozinhas planejadas?

São muito boas, há peças para cada canto, com bandejas rotativas, gavetões, e cada fabricante sempre aparece com uma novidade; o problema são os preços; é necessário rever suas necessidades, avaliar qual uso fará da cozinha. Conheço alguns clientes que têm cozinhas lindas, mas que não são práticas para quem usa, e há aqueles que poderiam ter feito uma cozinha básica americana ganhando mais espaço para o living; é tudo questão de planejamento.

9- Caixas de papelão, couro ou madeira podem ser úteis? Como usá-las?

Caixas são sempre bem vindas e se puderem ser bonitas, melhor ainda pois ficarão bem em qualquer ambiente. São ideais para revistas, fotografias, miudezas e até mesmo para roupas de estação. Podem ser empilhadas em tamanhos diferentes, colocadas em nichos nas estantes, embaixo de móveis, camas e substituem os velhos baús, muito charmosos, mas muito espaçosos.

10- Que outras dicas são importantes para quem vivem em apartamentos pequenos?

Para estes, todos os lugares merecem atenção. Pense em pequenas estantes com 20 cm de largura sob as janelas dos quartos, ideais para livros pequenos, álbuns de fotos, CDs e DVDs. Mesas de centro e laterais, com gavetas, ajudam muito. As TVs de LCD e plasma vieram para ajudar e devem ficar penduradas (as apoiadas comem espaço de passagem).

Fogões de placa sem forno podem ajudar a economizar espaço na cozinha. Substitua o forno por um elétrico em um dos armários. Pense na cozinha "parede", ou seja: fogão-pia-geladeira, com armários embaixo e acima, podendo dar lugar a uma sala mais ampla e com móveis pequenos.

Improvise mesas de jantar apenas quando necessário, podemos fazer isso possuindo cavaletes articulados e um pranchão facilmente acomodado sob uma cama ou detrás de um armário ou sofá. Em geral as salas de jantar são excelentes apoiadores de papéis, contas a pagar, chaves e bolsas, e roubam espaço das visitas na formação de um círculo para conversas.

Na área de serviço estão cada vez mais comuns os tanques e máquinas escondidos em armários, ajudando a manter o ambiente arrumado. Tapetes pequenos valorizam o piso e deixam os ambientes mais definidos. Espelhos ainda são bem vindos na ampliação virtual dos ambientes e, lembrem-se, a iluminação é tudo em um bom projeto!


LEIA TAMBÉM COMO AMPLIAR AMBIENTES PEQUENOS

LEIA TAMBÉM COMO TRANSFORMAR SEU QUARTO DE EMPREGADA

LEIA TAMBÉM COMO APROVEITAR O ESPAÇO EMBAIXO DA ESCADA


Leia mais sobre: decoração

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.