Grandes nomes da arquitetura e design se reúnem para mostrar novidades e tendências

selo

Criado por Francisco Cálio, o
Divulgação
Criado por Francisco Cálio, o "Loft do Artista" é um dos ambientes deste ano da Casa Cor SP
Será aberta amanhã, no Jockey Club de São Paulo, a 24ª edição do maior evento de arquitetura, decoração e design do Brasil, a Casa Cor. O espaço de 56 mil m2 também abrigará outras três mostras paralelas: o Casa Kids, o Casa Hotel e a Casa Talento, novo espaço voltado ao design brasileiro.

No total serão 110 ambientes criados por 168 decoradores, arquitetos e paisagistas. Angelo Derenze, presidente da Casa Cor, explica que a escolha dos profissionais é um ponto importante para o sucesso do evento. Por isso, boa parte é selecionada a dedo e convidada a participar, o que não impede a renovação de parte do time a cada ano.

“Recebemos muitos portfólios de novos arquitetos que querem entrar, mas apenas 10% são selecionados”, diz.

O grande homenageado da edição 2010 será o arquiteto e urbanista Lúcio Costa, criador do Plano Piloto de Brasília, cidade que completa 50 anos. Sua vida e obra servirão de base inspiradora para a concepção de pelo menos dois ambientes: o hall de entrada, assinado pelo arquiteto Maurício Queiroz, e o Gallery Office, da Casa Hotel, projetado pelo escritório Vidal & Sant’Anna Arquitetura.

Artistas e profissionais de renome como Ana Maria Braga, Rico Mansur, Adriane Galisteu, Gugu Liberato, Daniela Mercury e Alessandra Ambrósio também serão lembrados em ambientes especiais do Casa Hotel.

Cursos e vendas completam a programação

Além dos ambientes, a Casa Cor também receberá diversos eventos e worshops até o dia 13 de julho, tais como o Brastemp Gourmet, em que são oferecidas aulas de culinária e degustação. Nos dois últimos dias de evento, grande parte dos produtos expostos serão colocados à venda com descontos de 30% a 70%.

A expectativa dos organizadores é receber cerca de 160 mil visitantes ao longo dos 51 dias de evento, número 15% maior do que o público de 2009. Para Derenze, o crescimento do público em 2010 poderia ser ainda maior, não fossem os Jogos da Copa do Mundo, que ocorrerão no mesmo período do evento.

Mesmo assim, a perspectiva no aumento de visitantes é positiva: entre 2008 e 2009, o evento registrou incremento de apenas 10%. “Estamos vindo em um crescente; 15% é um cenário pé no chão, mas esse número pode surpreender”, diz o executivo. O volume de visitantes esperado para 2010 é quase 23 vezes maior do que na época da criação da mostra, em 1987.

“O perfil do público não mudou. Ele continua a vir atrás de novidades e tendências”, afirma Derenze. “Mas vir à Casa Cor se transformou também em um passeio para toda a família.”


Serviço:
Casa Cor São Paulo
De 25 de maio a 13 de julho
Local: Jockey Club de São Paulo
Av. Lineu de Paula Machado, 1.075, Cidade Jardim
Horário: De terça a sábado e feriados, das 12h às 21h30
Domingo das 12h às 20h
Ingresso: terça a sexta R$ 35,00
Sábado, domingo e feriados R$ 40,00
Passaporte R$ 70,00

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.