Relembre os principais acontecimentos, os ambientes e os profissionais que se destacaram ao longo das edições

Durante uma viagem a Buenos Aires, as amigas Yolanda Figueiredo e Angélica Rueda tiveram uma ideia: organizar a primeira mostra de decoração no Brasil. Quando conversaram sobre o assunto, há exatos 25 anos, dificilmente iriam imaginar que o evento seria hoje o segundo maior do mundo e o mais importante da América Latina – a Casa Cor . “Nosso objetivo era ajudar uma instituição carente com a renda arrecadada, valorizar a profissão de decorador e trazer um evento de porte para São Paulo”, diz Yolanda.

Living da lareira, de Arthur Casas, criado em 2001, quando a Casa Cor passou a ser realizada no Jockey Club de São Paulo
Divulgação
Living da lareira, de Arthur Casas, criado em 2001, quando a Casa Cor passou a ser realizada no Jockey Club de São Paulo
A primeira edição – que durou 18 dias, acolheu o trabalho de 23 profissionais e recebeu cerca de 6.500 pessoas – aconteceu em uma mansão na rua Dinamarca, no Jardim Europa, mas a cada ano a localização mudava. “Foi algo totalmente inovador na época. Ninguém jamais havia pensado em uma exposição de arquitetura e decoração ambientada em uma casa de verdade”, conta o arquiteto Toninho Noronha, que participou do primeiro evento com o projeto de uma sala de estar.

Em 2001, já sob novo comando, a mostra passou a ser realizada no Jockey Club de São Paulo, em uma área de 56 mil m². “Crescer, em todos os aspectos da palavra, é sempre muito bom, mas confesso que tenho saudade da Casa Cor antiga, pequena e intimista”, afirma Noronha.

Confira na linha do tempo os principais acontecimentos que marcaram a história do principal evento brasileiro de decoração.










Fique por dentro das novidades de decoração e arquitetura no twitter do Delas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.