Na semana do Congresso Mundial de Art Déco, selecionamos alguns edifícios e peças inspiradas no movimento para você conhecer mais sobre o estilo

São Paulo e Rio de Janeiro abrigam o Congresso Mundial de Art Déco
Divulgação
São Paulo e Rio de Janeiro abrigam o Congresso Mundial de Art Déco
Pela primeira vez na história, duas cidades latino-americanas – São Paulo e Rio de Janeiro – sediam o Congresso Mundial Art Déco, que este ano está em sua 11ª edição. O evento, que teve início dia 11 de agosto na capital paulista, se estende até dia 21, no Rio.

80 anos do Cristo Redentor é tema de Congresso internacional Art Déco

Conhecido pela simplicidade, geometrismo, simetria e o uso de linhas retas, o art déco foi apresentado pela primeira vez em Paris durante a Exposição Internacional de Artes Decorativas e Industriais de 1925. No Brasil, o movimento permaneceu forte até 1950. “O art déco foi além das artes visuais. Ele se desdobrou no mobiliário, na escultura e principalmente na arquitetura ”, explica o professor de Artes Visuais da Faculdade Belas Artes, Fernando José Amed. É o caso da torre da Central do Brasil e do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, do elevador Lacerda em Salvador, e do monumento às Bandeiras, da Biblioteca Mário de Andrade e do Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Confira nossa galeria com peças e edifícios art déco e saiba reconhecer o estilo

O Congresso no Rio de Janeiro acontece no Hotel Windsor Atlântica e, assim como ocorreu em São Paulo, os participantes terão visitas guiadas pelos monumentos arquitetônicos art déco da cidade. Só na capital carioca são mais de 300 construções nesses estilo.

Serviço:
11º Congresso Mundial de Art Déco
De 14 a 21 de agosto
Hotel Windsor Atlântica
Av. Atlântica, 1020 – Rio de Janeiro (RJ)
Preços: De R$ 180 a R$ 3.420

Veja mais sobre arquitetura no

Twitter e Facebook do Delas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.