Se a ideia é ser original, uma boa sugestão é criar divisórias feitas com tijolos de vidro. Além de elegantes, ainda permitem a entrada de luz natural

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508182872&_c_=MiGComponente_C

Encontrados em diferentes modelos e cores, os tijolos de vidro são amplamente utilizados no lugar de janelas e paredes de alvenaria tradicionais, garantindo privacidade e ao mesmo tempo otimizando a luminosidade no ambiente, devido à sua transparência.

Segundo as arquitetas Lizandra Maluf e Melissa Ferraz, o material pode ser empregado na construção de paredes internas ou externas. Geralmente são úteis para o aproveitamento da luz natural dentro de um ambiente, caso não tenha luminosidade adequada. Também podem ser usados como parede corta-fogo, orienta a dupla.

E José Luiz Sbrunhera, da Prismatic Vidros, recomenda o uso também quando se deseja criar um elemento decorativo no ambiente ou obter uma iluminação sofisticada.

Veja algumas aplicações

Versáteis, ficam bem em locais diversos, desde uma sala de jantar, como fizeram as arquitetas em um de seus projetos, aproveitando a ligação do ambiente com a área externa, até como fechamento de box em banheiros ou mesmo em fachadas. 

Cozinhas contíguas à área de serviço também podem ser divididas com uma meia parede feita com os tijolos transparentes. José Luiz Sbrunhera ainda sugere o uso em bares residências, como apoio de mesa, na divisão da parede da suíte para o banheiro ou até na estrutura de banheiras de hidromassagem. A criatividade do arquiteto ou decorador é o limite de sua utilização, afirma.

Da mesma forma, apartamentos cuja porta de entrada dá direto no living podem ganhar um hall de entrada feito com este artifício. Uma sugestão é levantar uma parede em curva. E o bacana é que os tijolos de vidro são oferecidos em tons vibrantes, como azul e laranja, o que por si só já oferece destaque à decoração.

Embora, os mais procurados sejam os incolores e lisos, há quem prefira opções com superfície texturizada. São inúmeras variedades, do quadriculado ao canelado. Existe também um modelo que simula uma veneziana, pois permite a circulação de ar.

Já o preço varia bastante, de R$ 8,00 a R$ 80,00 cada unidade, dependendo da exclusividade do modelo. E a vantagem pode ser maior se forem utilizados em substituição a uma janela, dispensando caixilhos e vitrôs. Quanto aos tamanhos, o convencional mede 19 x 19 x 8 cm. Mas há variações no mercado, de acordo com cada fabricante. O tijolo de vidro da Prismatic, por exemplo, mede 22,5 x 10,5 x 5 cm.

Mãos à obra

Para levantar uma parede de tijolos de vidro é preciso usar espaçadores plásticos que determinam a distância ideal entre os tijolos. Para uni-los, utiliza-se uma mistura de argamassa tradicional, feita com 1 parte de cimento comum, 3 partes de areia grossa e ½ parte de água. O resultado deve ser uma massa firme, sem cal nem aditivos. É importante utilizar só a quantidade de água indicada, ensinam as arquitetas. 

Modelo exclusivo da Prismatic Vidros

Já José Luiz Sbrunhera, da Prismatic Vidros, explica que o serviço é feito com cola especial de vidro, silicone ou argamassa específica para tijolos de vidro. A instalação deve ser feita por profissionais devidamente orientados para a aplicação deste produto, recomenda.

Por fim, Lizandra e Melissa fazem algumas recomendações: É possível construir paredes de tijolos de vidro com até 2,5 m² sem a necessidade de vergalhões de sustentação. Caso a parede seja maior, deve-se utilizar um reforço. Além disso, o piso deve estar bem nivelado.

E José Luiz completa: Como todo projeto, é necessário fazer o cálculo estrutural antes de se executar a obra. O piso precisa estar preparado para suportar o peso da parede de tijolos de vidro.


Leia mais sobre: tijolo de vidro


Onde encontrar
Lizandra Maluf e Melissa Ferraz ¿ Tel.: (11) 4231-2970
Prismatic Vidros ¿ Tel.: (15) 2101-8970

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.