Quadros, obras de arte e estantes podem revestir todo o espaço. Saiba como fazer

Foi-se o tempo em que bonito era valorizar os espaços em branco da parede. A onda, agora, é aproveitar (e muito) cada centímetro. Para isso, vale apostar em estantes repletas de nichos, quadros, gravuras, cartões postais e muitas obras de arte. “O preenchimento total da parede transforma o ambiente e traz à tona a personalidade do morador”, diz Christina Hamoui, designer de interiores. “Mas é importante deixar uma borda (de 15 cm a 20 cm) envolvendo o bloco, de modo a garantir leveza e conforto visual ao projeto”, afirma.

Saiba mais: Veja 102 ideias para se inspirar na decoração da casa

Quem aposta no uso de nichos deve preencher a maioria dos espaços e, quando não for possível, recorrer à instalação de quadros sobre o vazio da estante. Uma boa saída é expor coleções e elementos decorativos, sempre deixando tudo em ordem . A dimensão da estrutura dos nichos é outro aspecto que precisa ser estudado conforme os itens guardados. Espaços mais baixos devem receber livros, o que garante a sensação de preenchimento, já os mais altos podem ser preenchidos com plantas de porte médio.

Ambientes pequenos exigem cuidados ao terem suas paredes totalmente revestidas. Um recurso que permite ganhar amplitude é recorrer a espelhos no fundo dos nichos. Outra dica é iluminar com LED os espaços e destacar o fundo de cada um. “Engana-se quem imagina perder espaço quando ‘veste’ a parede inteira. Nichos com profundidade máxima de 38 cm não afetam tanto quanto armários”, diz Christina. O arquiteto Marcelo Rosset lembra ainda que fotos com perspectiva tridimensional oferecem também uma forma de aumentar o tamanho do local.

Pendurar quadros e obras de arte é mais uma maneira de revestir o ambiente. E há diversas possibilidades ao organizar . Os amantes da simetria podem investir em molduras de mesmo tamanho e definir um centro para orientar a arrumação. Uma alternativa que ajuda a evitar o aspecto desorganizado é ordenar todos os quadros no chão e depois arrumar na parede. "A composição deve ter hamonia. É possível criar alinhamentos entre os quadros e intercalar espaços vazios. O essencial é fazer sentido. Ao usar fotos em preto e branco, por exemplo, dá para ousar nas molduras e investir em cores diferentes", afirma Rosset.

Quer ver bons exemplos de como preencher a parede? Confira na galeria acima o que foi exposto nas mostras de decoração deste ano.


Veja também:

Adapte móveis e acessórios para decorar sem gastar muito

Novas tecnologias reduzem em até 70% o consumo de energia elétrica em casa

Manual prático: veja como deixar seu jardim bonito e bem cuidado


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.