Cores chamativas destacam o mobiliário, mas não devem ser usadas em exagero, já que podem prejudicar a harmonia do ambiente

Muitas são as formas de trazer irreverência para a decoração dos ambientes da casa. Usar móveis coloridos é uma delas. Com apelo pop e descolado, o investimento em cores chamativas pode trazer novos ares aos espaços. E é possível abusar do colorido não apenas nos detalhes – bibelôs e almofadas – mas também em armários, cômodas e até mesmo em guarda-roupas.  Veja abaixo 15 ambientes com móveis coloridos:

Leia também:  Gloria Kalil dá dicas de tendências na decoração

Mas ao colorir a casa, tenha cuidado para manter a harmonia dos espaços. “Cores fortes se destacam e criam ambientes agitados. Por isso, o melhor é inseri-las em locais que precisem de interação, como salas, cozinhas gourmet e livings ”, afirma Daniela Colnaghi, designer de interiores. Desse modo, o efeito gerado por móveis com tonalidades vibrantes afasta seu uso em quartos, escritórios e salas de leitura, ambientes que precisam de tranquilidade.

Durante a escolha dos móveis coloridos, é importante lembrar que os selecionados devem ser aqueles cujo propósito seja o destaque. Na cozinha , por exemplo, pode ser interessante investir em armários e tampos de pia com cores fortes. Quanto ao tamanho dos móveis, a decisão final deverá levar em conta o espaço disponível, já que um mobiliário grande ficará melhor posicionado em locais amplos.

As portas de vidro em amarelo brilhante do guarda-roupa oferecem novos ares ao quarto e não prejudicam a harmonia do espaço
Divulgação
As portas de vidro em amarelo brilhante do guarda-roupa oferecem novos ares ao quarto e não prejudicam a harmonia do espaço

Ao pensar nas cores, a dica para evitar erros na harmonização é recorrer a bases neutras (branco, cinza e bege), pontuando o colorido nos móveis de destaque e espalhando tons surtons nos itens decorativos. “Quanto mais tonalidades diferentes o ambiente tiver, mais carregado ficará. Desse modo, o colorido precisa ser usado com moderação”, afirma Iara Kílaris, designer de interiores. “Para manter a harmonia, saiba ponderar as combinações e evite misturar, por exemplo, estantes amarelas com poltronas verdes”, diz Iara. 

O cuidado com a estética do ambiente deve ser levado em conta principalmente em espaços integrados . “Casos assim aumentam ainda mais a exposição do mobiliário e, se a mesma tonalidade for usada na decoração, o local ficará sobrecarregado“, diz Daniela. Segundo as designers, as cores mais indicadas na hora de decorar os espaços são vermelho, berinjela, verde-azulado, cinza e amarelo. 

Saiba mais:

Obras de arte são destaque na Mostra Black. Saiba como usar

Faça uma parede com efeito marmorizado

Estilistas invadem o mundo da decoração


Siga o iG Delas pelo Twitter e assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.