Saiba como é possível dar novos ares para os ambientes da casa com criatividade e pouco investimento

A casa projetada pela Ogi Cenografia usa a paisagem como pano de fundo
Divugação
A casa projetada pela Ogi Cenografia usa a paisagem como pano de fundo
Tons vibrantes, luzes coloridas, móveis criativos e um toque lúdico. Essas são características marcantes de cenógrafos que decidiram passear pelo universo da decoração. “São técnicas que caminham juntas e resultam em lares repletos de personalidade. A ideia é colocar o gosto do morador em primeiro lugar e não as tendências”, afirma a cenógrafa Mônica Rodrigues Fernandes, da Vértices Casa.

Outro ponto de destaque no trabalho desse tipo de profissional é a habilidade para transformar os espaços sem gastar muito. “É uma das principais vantagens. Na maioria das vezes, trabalhamos com verbas limitadas e espaços pequenos para a exposição de objetos e produtos. Dentro de casa, essas tarefas se traduzem em economia”, diz. 

Mais:
O melhor das mostras de decoração do interior de São Paulo 

Painéis de madeira que foram descartados podem se transformar em quadros se receberem cores. Lambe-lambes ganham ares de grande arte se destacados com iluminação focal. “Nossa tarefa é ver arte e uso onde quase não há mais. Adaptamos materiais e conseguimos levá-los para os lares”, ressalta Mônica.

Segundo ela, diversos itens usados no dia a dia de um cenógrafo podem ser adaptados dentro de casa. “Pisos de vinil ou borracha são sempre boas opções, assim como painéis laminados com texturas diversas, cavaletes e chapas de madeira.”

Leia também:
Invista na iluminação de casa

Usar adesivos personalizados e recortados a laser é outra forma de renovar sem gastar. “É sempre uma boa ideia, já que possibilita uma mudança rápida e sem quebra-quebra”, afirma a profissional. Foi o que fizeram as arquitetas Juliana Raimo e Carolina Campos, do escritório Ogi Cenografia e Arquitetura, no espaço de criação do diretor de arte Rodrigo Pitta. “Colocamos adesivos brancos com linhas curvas nas paredes para dar um toque descontraído e o inusitado ao projeto”, afirma Juliana.

Adesivos personalizados dão vida ao projeto de Juliana Raimo e Carolina Campos
Divugação
Adesivos personalizados dão vida ao projeto de Juliana Raimo e Carolina Campos
Outra possibilidade é usar adesivo vinílico no piso para delimitar e ampliar os ambientes. Aposte também em espelhos nas paredes dos cômodos. Modelos de diferentes tamanhos são bem-vindos.

Como em uma boa peça de teatro não pode faltar um cenário que chame a atenção e encante os espectadores. Na casa localizada em Avaré, interior de São Paulo, projetada por Juliana e Carolina, apropria paisagem da represa ao redor do terreno serviu de pano de fundo. Para aproveitar essa característica, elas fizeram todos os dormitórios voltados para o lado de fora. “Um eixo cenográfico foi adotado para dividir a casa de forma suave. Assim, conseguimos delimitar a ala íntima da área de lazer.”

Mais:
Acerte no papel de parede

Uma iluminação cênica foi usada pela dupla para valorizar as plantas do eixo e os tijolos aparentes. Para criar um criam diferenciado, Mônica sugere usar folhas de gelatinas – películas coloridas geralmente usadas sobre as lâmpadas – em alguns cantos. “Elas ajudam a criar cenários e conferem um clima intimista”, afirma a cenógrafa. Pontos de luz colocados na parte de trás de alguns objetos também podem dar um volume interessante.

E o tom lúdico não pode faltar. “Essa atmosfera nos faz imaginar, o que é muito importante para quebrar a rotina”, comenta o fotógrafo e designer Felipe Morosini , cujo apartamento em São Paulo é um bom exemplo da força do cenário dentro de casa. Com lambe-lambes, grafites e adesivos nas paredes, ele lembra que, o essencial, é não esquecer de compor a decoração cenográfica com peças reais, que ajudem a relembrar suas próprias histórias. “Um lar é um acúmulo de memórias”, completa. 

Veja mais:
- Casa resistente a pets
- Escadas nada básicas

Siga o iG Delas pelo Twiiter e assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades


    Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.